Pesquisar este blog

Tradutor

terça-feira, 9 de agosto de 2011

O poder das crenças - parte I


Sugiro que leia uma parte a cada quatro ou cinco dias. Desta forma estará se dando um tempo para assimilar e fazer as mudanças devidas. Faça os exercícios sugeridos para entender como você funciona.

1ª PARTE

Vamos explorar um pouco sobre a natureza das crenças e como são formadas antes de identificá-las, mudá-las ou fortalecê-las. Utilizar o poder de uma crença pode e vai mudar profundamente a sua vida em todos os níveis.

Você pode re-inventar a sua realidade de modo que ela reflita o que você quer ser, ter e fazer.

Suas crenças afetam tudo em sua vida: como cria seus filhos, onde decide morar, com quais pessoas se relaciona, o estado da sua saúde, o trabalho que faz, o dinheiro que ganha ou tem e o seu equilíbrio mental e emocional. Literalmente, suas crenças constroem seu mundo.

Mas suas crenças não são "A Verdade", são apenas uma percepção que foi aceita como verdade. O que é fantástico sobre as crenças é que você pode mudá-las! Você pode escolher acreditar em idéias que apoiam os seus sonhos e visões do que deseja.

Mudar as crenças negativas e instalar novas e poderosas idéias é essencial para criar uma vida em alinhamento com seus desejos.

Por crenças negativas, entenda aquelas crenças que foram úteis um dia, mas que hoje estão ultrapassadas e estão evitando que consiga o que deseja na sua experiência de vida. E por crenças positivas entenda aquelas crenças que o estimulam e ajudam a colocar-se onde quer estar. As primeiras você irá mudá-las ou adequá-las. As últimas serão expandidas e valorizadas.

Suas crenças foram formadas, principalmente, na infância e em outras fases importantes da vida. Elas foram e são formadas por seus educadores: família, colegas, professores, sociedade, mídia e a maioria destas crenças formadas assim - sem questionamentos - você pode nem estar consciente delas.

Nossas crenças são um conjunto de opiniões que defendemos com unhas e dentes! Estão longe de ser decisões racionalmente tomadas. Este é motivo de nossas contradições – faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.

Na vida adulta, um conceito, uma opinião, um modo de entender as coisas ou uma idéia repetidos várias vezes, podem se tornar uma crença, se consentirmos. Mas no meio do caminho aqueles "ensinamentos" anteriores começam a dominar nossos instrumentos de percepção. Começa, então, aquele diálogo interno que prende a nossa atenção e nos impede de seguir adiante em nosso novo aprendizado.

Utilizar a Lei da Atração através dos seus pensamentos e emoções sem primeiro trabalhar suas crenças equivale a passar uma demão de tinta numa parede com rachaduras. Logo as rachaduras começam a aparecer novamente e a dominar a sua realidade.

É possivel que manifeste um novo relacionamento ou um novo emprego, por exemplo, mas logo vai descobrir que os mesmos padrões e problemas antigos começam a aparecer. A roupa é diferente, mas quem está dentro da roupa é a mesma pessoa movida pelas mesmas crenças alcançando os mesmos resultados.

Nada muda até que você mude!

"Como agem as crenças na Lei da Atração?

Uma crença é só um pensamento contínuo. Então, enquanto mantiver esse pensamento, você continuará vibracionalmente atraindo o que se relaciona com ele. E assim, você confirma sua crença repetidamente.
É por isso que alguém que acredita em câncer consegue confirmar essa crença, e alguém que acredita em roubo acaba confirmando essa crença.
Então, tudo é, de algum modo, a confirmação de alguma crença. (Abraham-Hicks)


Onde tudo começou?

Do nascimento até os 5 anos você é como uma esponja absorvendo, a um nível subconsciente, e aceitando as informações ao seu redor, sem questionar nada.

Quando éramos bebês começamos a ter acesso à informações através dos nossos 5 sentidos, da emoção e da atenção. Os adultos, para se comunicarem melhor conosco, nos ensinaram a linguagem - um complexo mundo de sons com significados e conteúdos emocionais.

Para nos ensinar a linguagem, os adultos precisaram encontrar meios de prender a nossa atenção. Só aprendemos quando focamos a atenção. E desta forma os adultos nos ensinam os nomes das coisas, o nosso próprio nome, como eles são, como nós somos e como o mundo é. Eles nos passam as suas opiniões sobre tudo e nós, ainda sem discernimento, absorvemos e concordamos.

Este processo e experiências se repetem por anos, até que tudo esteja bem enraizado em nós. Se alguém disser “senta”, sentamos sem saber porque, apenas obedecemos e defendemos que isto é o correto a fazer em tais e tais circunstâncias.

Você foi essencialmente programado por seu mundo e pelas pessoas nele. Padrões foram criados e programas formados. Muitos destes padrões existem como caminhos neurológicos com os quais você experimenta e cria seu mundo até hoje. Os Abraham* chamam isto de vibração dominante que sai à frente enviando sinais vibratórios e, pela Lei da Atração, semelhantes são atraídos. E nós chamamos isto de repetição de padrões.

Naquela idade você não podia avaliar as idéias por si mesmo. Não tinha a habilidade para raciocinar ou questionar alguma coisa. Você não tinha meios para saber se o que estava acreditando como verdade era bom ou não para você.

Você era uma tela em branco sendo colorida pelas experiências vividas num meio adulto. Quando mais intensa a experiência, maior o impacto e mais poderosa é a crença e a programação criada.


Estas crenças e programações estão regendo e moldando a sua vida. Algumas são boas e podem ser reconhecidas nas áreas da sua vida que vão bem. Outras nem tanto e podem ser encontradas nas áreas da sua vida que vão mal.

Graças a isto, vemos tudo através dos filtros das nossas crenças e temos uma simulação virtual de como realmente são as coisas, pessoas, situações e nós próprios.

A boa notícia é que você pode mudar e positivar qualquer crença.

E como sair deste circulo vicioso?

Através da atenção. Aliás 90% do processo é atenção e conscientização.

Primeiramente, conscientize-se que o seu mundo é diferente do meu graças aos nosso filtros serem diferentes. Em outras palavras, nem eu nem você podemos garantir que estamos vendo a verdade, estamos apenas interpretando a vida com base em nossa programação pessoal. Não vemos as coisas como realmente são, interpretamos segundo nossos julgamentos e opiniões, que gostamos de “achar” que são a única verdade!!! Portanto, baseamos nossas vidas em achismos.

A mudança vem com a prática constante, até se tornar automático. Quando você tem suas primeiras aulas de direção, tudo parece complicado. Depois de algumas aulas você já consegue coordenar a direção com os pés no acelerador, breque e embreagem. E depois de mais um tempo de prática você dirige sem pensar. Incorpora o conhecimento e simplesmente dirige sem precisar de toda aquela concentração que foi necessária no início.

A parte prática do nosso curso é a mais importante. Vai pedir que você pare e reflita antes de escrever. Evite escrever o que vier à mente. Pense, reflita, pondere, pergunte-se e aguarde a resposta surgir lentamente, um pouco por vez, revelando-se a você. Fazendo assim você irá fundo em suas crenças e terá a oportunidade de reconhecer suas crenças em conversas com amigos, em livros que lê, em filmes que assiste e em opiniões que emite sobre as outras pessoas.


Durante este tempo do nosso curso, fique atento e encontrará muitos sinais em todo lugar. Seu trabalho é semelhante ao de um arqueólogo: buscar, juntar peças, compor, cavar mais, limpar com cuidado, tratar as descobertas com delicadeza e atenção aos mínimos detalhes.

E tal qual o exemplo que dei sobre aprender a dirigir, depois de um certo tempo de treinamento, não precisamos mais da nossa atenção concentrada em mover os pés, trocar a marcha ou olhar pelo retrovisor. Parece que tudo acontece automaticamente enquanto ouvimos uma música ou pensamos em outras coisas.

Para dirigir um carro hidramático precisamos da nossa atenção focada novamente. A Atenção vai nos ajudar a mudar nosso condicionamento anterior.

Mudar, adequar ou instalar novas crenças depende unicamente da sua aplicação na prática. De início consumindo toda a sua atenção e quando menos esperar "saindo" sozinhas porque já estão incorporadas em você.

Inspirei-me no livro “Os Quatro Compromissos”, de Don Miguel Ruiz, para escrever este curso. Se ainda não leu, eu sugiro que o faça. É um livro pequeno que faz a diferença.

Vou pedir que arrume um caderno para escrever as suas respostas às práticas sugeridas abaixo.

Creia-me, você vai aproveitar e se beneficiar muito mais deste curso escrevendo seus pensamentos.

Você não precisa ter respostas absolutas - isto vai acontecer no decorrer do curso. Não existem respostas certas nem erradas, e todas as suas reações, ceticismo, confusão, reconhecimento, descobertas, energia e tranquilidade são passos importantes neste processo.

Prática

1. Comece se perguntando: Qual é a verdadeira natureza de uma crença e como cheguei a este conjunto de crenças que tanto afetam a minha vida?

2. Escreva 5 coisas que acredita sobre si mesmo e 5 coisas que acredita sobre o mundo ao seu redor.


As crenças verdadeiras (para você) são aquelas que você não tem dúvida alguma sobre a validade delas. E estas crenças criam a sua realidade pessoal: uma visão de mundo única que, muitas vezes, o que acha ser verdade é verdade somente para você.

3. Comece a fazer as coisas mais triviais com plena atenção: escovar os dentes com atenção, penteiar os cabelos, beber água, andar de ônibus ou automóvel, sentar, levantar, andar, coloque-se inteiramente no que faz para realmente saber o que faz, quando faz, porque faz e como faz.

4. Esta semana, escolha um dia e tome banho com a luz apagada. O banheiro é um espaço pequeno, o box menor ainda, você está ali por alguns minutos todos os dias, conhece cada centímetro, por isso pode experimentar tomar um banho no escuro. Fique bem atento às suas sensações...



por Claudia Giovani

Leia Também O Poder das Crenças Parte II


- Para compreender melhor sobre crenças Leia este post






Nenhum comentário :

Postar um comentário

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...