Pesquise no blog:

Carregando...

Tradutor

terça-feira, 31 de maio de 2016

Renda-se...


A não rendição endurece a sua forma psicológica, a carapaça do ego, e cria, dessa maneira, uma noção forte de separação. O mundo à sua volta e as pessoas, em especial, passam a ser entendidos como uma ameaça. A compulsão inconsciente para destruir os outros através dos juízos desponta, tal como acontece com a necessidade de competir e dominar. Até a Natureza se torna sua inimiga e as percepções e interpretações de você são governadas pelo medo. A doença mental a que chamamos paranoia é só uma forma um pouco mais aguda deste estado de consciência normal, mais disfuncional.
Tanto a sua forma psicológica como a física (o seu corpo) se tornam duros e rígidos através da resistência. A tensão surge em diferentes partes do corpo, e este, enquanto um todo, contrai-se. O fluxo livre de energia que atravessa o corpo, que é essencial para o seu funcionamento saudável, é restringido em grande parte.
O exercício físico e determinadas formas de terapias físicas podem ajudar a restaurar este fluxo, mas, se você não praticar a rendição no dia-a-dia, só podem dar-lhe um sintoma de alívio temporário, dado que a causa (o padrão de resistência) não foi desfeita.
Há algo no interior de você que continua sem ser afetado pelas circunstâncias transitórias que caraterizam a sua situação de vida, sendo apenas através da rendição que tem acesso a esse algo. É a sua vida, o seu próprio Ser, que existe eternamente no reino intemporal do presente.

Eckhart Tolle (A Prática do Poder do Agora, pág. 113)
imagemdaqui

Renda-se...
Quando não nos rendemos, estamos sendo resistentes. 
E o que é a resistência? 
É a não aceitação de algum fato. De não aceitarmos as coisas como foram...
É sofrer querendo que as coisas sejam do jeito como nós gostaríamos. 
Imagine-se nadando no contra-fluxo de um rio...isso é a resistência.
Quando nos rendemos...é quando soltamos...deixamos fluir...começamos nadar na corrente...
É mais fácil, menos doloroso...e menos cansativo.
Então renda-se...
E render-se, não é sinal de fraqueza não...
Somente através da "aceitação", algo pode ser transformado. 
Se algo está se apresentando em sua vida, e você está resistindo... solte.
Solte como se soltassem balões ao vento...
Entregue nas mãos de Deus, pois neste momento, não temos o entendimento necessário para entender o porque de tudo. 
Mas um dia teremos...e quando entendermos...vamos olhar para o alto...e rir para o céu...
Reverenciado a perfeição da vida.

Beijos reflexivos...

Sheila Costa
Do blog Passarinhos no Telhado

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...