Pesquisar este blog

Tradutor

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Destralhar ajuda a adocicar...


Vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada
Já ouviu falar em toxinas da casa? Pois são:

- objetos que você não usa;
- roupas que você não gosta ou não usa há um ano ou mais;
- coisas feias;
- coisas quebradas, lascadas ou rachadas;
- velhas cartas, bilhetes;
- plantas mortas ou doentes;
- recibos/jornais/revistas, antigos;
- remédios vencidos;
- meias velhas, furadas;
- sapatos estragados...

Ufa, que peso!
"O que está fora está dentro e isso afeta a saúde", aprendi com dona Francisca. "Saúde é o que interessa. O resto não tem pressa!", ela diz, enquanto me ajuda a 'destralhar', ou liberar as tralhas da casa... O 'destralhamento' é a forma mais rápida de transformar a vida e ajudar as outras eventuais terapias.

Com o destralhamento:
- A saúde melhora;
- A criatividade cresce;
- Os relacionamentos se aprimoram...

É comum se sentir cansado, deprimido, desanimado, em um ambiente cheio de entulho, pois "existem fios invisíveis que nos ligam à tudo aquilo que possuímos".
Outros possíveis efeitos do "acúmulo e da bagunça":
- sentir-se desorganizado; fracassado; limitado; aumento de peso; apegado ao passado...

No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga;
Na entrada, restringem o fluxo da vida;
Empilhadas no chão, nos puxam para baixo;
Acima de nós, são dores de cabeça;
Sob a cama, poluem o sono.
Oito horas, para trabalhar; Oito horas, para descansar; Oito horas, para se cuidar."

Perguntinhas úteis na hora de destralhar-se:

- Por que estou guardando isso?
- Será que tem a ver comigo hoje?
- O que vou sentir ao liberar isto?

...e vá fazendo pilhas separadas...
- Para doar!
- Para jogar fora!
- Para mandar embora!

Para destralhar mais:
- livre-se de barulhos;
- das luzes fortes;
- das cores berrantes;
- dos odores químicos;
- dos revestimentos sintéticos...

e também...
- libere mágoas;
- pare de fumar;
- diminua o uso da carne;
- termine projetos inacabados.

"Acumular nos dá a sensação de permanência, apesar de a vida ser impermanente", diz a sabedoria oriental.
O Ocidente resiste a essa ideia e, assim, perde contato com o sagrado instante presente.
Dona Francisca me conta que "as frutas nascem azedas e no pé, vão ficando docinhas com o tempo"... a gente deveria de ser assim, ela diz:
"Destralhar ajuda a adocicar."
Se os sábios concordam, quem sou eu para discordar?

Mirella Maria Hespanhol

Segunda-feira! Dia ideal para o destralhamento!
Vamos lá?!

                       Limpeza Energética de Ambientes II
     

11 comentários :

  1. Querida Sheila
    Tantas novidades que aprendi com o texto que publicou.
    Quando mudei de casa,dei muita coisa,ou melhor,tudo o que não se adaptava a esta.
    Roupas e calçado também costumo dar(se ainda estiverem em estado razoável).faço a triagem de tudo:papel,vidro,plásticos e metais.
    Mas não sabia que,se acumulasse, isso tudo me afectaria tanto.
    Vivendo e aprendendo!
    parabéns pela sua pesquisa e obrigada pela partilha.
    Tenha uma boa semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga Sheila !!!!


    Passando para deixar o meu Abraço e carinho.
    Gostei de seu texto, interessante e elucidativo.
    Um início de semana maravilhoso é o que desejo
    Para você. Com muita paz, amor e felicidade em
    Seu coração.
    Beijos de luz !!!

    POETA CIGANO – 23/09/2013

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderExcluir
  3. Nossa que interessante!!!! Gostei ,obrigada pelo texto , com certeza me ajudou muito! Tenha uma linda semana bjos.

    ResponderExcluir
  4. Um texto que nos mestra como retirar tanto peso que nos angustia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    adorei a dica, tenho que fazer uma limpa lá em casa.
    Bjos e tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  6. E la vamos nós destralhando sempre...
    Bjks e otima semana.

    ResponderExcluir
  7. Eu tinha o hábito de guardar diários da epóca de adolescente, bilhetinhos e coisinhas que achava fofas... Quando me casei (dois anos atrás) resolvi jogar tuuuuuuuudo fora. Foi uma surpresa a sensação de libertação! Não percebia o quanto me apegava ao passado! Depois desta limpa, fiquei mais leve! :)

    ResponderExcluir
  8. oi Sheila,

    eu não acumulo nada,
    tenho mania de faxinar e tirar o que não se usa em casa,
    ufa!!!
    ainda bem...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Nossa Sheila há tempo que me valho dessa teoria, mas não sabia que ela era uma toxina para o lar.
    Parabéns pelo seu blog é uma delícia.

    ResponderExcluir
  10. Oi. Parabéns pela postagem e por todo o blog. Administro um e sei o quanto é exaustivo, mas é recompensador quando colhemos frutos. Sua página é completa e interessante. Visito vários blogs, e só sigo os que acho originais e inteligentes.
    A troca de comentários e experiências é muito importante na blogosfera. Sei que alguns blogueiros não gostam disso, de pedidos de retribuição para seguir de volta, mas estou seguindo seu. Siga o meu http//:gauchaopina.blogspot.com, se puder.
    Busco novas páginas para ler, e novos blogueiros para conhecer o meu.
    Espero que goste de minha humilde página. Enfim, achei instigante tudo aqui.
    Nota para seu blog: 10
    Até mais... Aguardarei um comentário seu. Deixo o convite.

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...