Pesquisar este blog

Tradutor

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Sobre os espinhos alheios...

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor. Por isso decidiram se afastar uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados. Então precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram.

Moral da História: O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e admirar suas qualidades.

Desconheço o autor.

-----------------------------

Essa é uma pequena fábula que circula na internet há muito tempo, mas a moral da história é bem verdadeira e vale à pena postar e relembrar!

Muitas vezes é dentro de casa onde vivem os nossos maiores desafios de convivência. Nossos familiares podem não ser as pessoas que gostaríamos de ter por perto, mas com certeza, são as pessoas que precisamos ter. Nada é por acaso e se estamos nesta família algo precisa ser aprendido e transformado.

Aceite as pessoas exatamente como elas são e não resista!
Saiba que a sua aceitação pode causar a transformação necessária para uma convivência pacífica.

Quando aceitamos as pessoas exatamente como elas são, por mais difícil que isso possa ser, a energia da relação muda, pois não há mais resistência... e tudo flui!

Como dizia Osho:

... "O julgamento é feio - ele fere as pessoas. Por um lado, você vai machucando, ferindo-as; e por outro lado, você quer o amor delas, seu respeito. Isso é impossível. Ame-as, aceite-as e, talvez, seu amor e respeito possam ajudá-las a mudar muitas de suas fraquezas, muitas de suas falhas - porque o amor lhes dará uma nova energia, um novo significado, uma nova força. O amor lhes dará novas raízes para se erguerem contra os ventos fortes, um sol quente, a chuva forte."

Toda vez que “pensar” naquele familiar difícil repita mentalmente:

“eu te aceito exatamente como você é”

Transforme essa frase em um mantra e você verá o que algo tão simples pode causar.

Experimente!

bjs de luz!

5 comentários :

  1. Salve Osho!
    Amei e usarei o mantra :)

    ResponderExcluir
  2. Sheila querida,
    Em primeiro lugar, parabéns pelo seu aniversário!
    Só hoje pude ver suas postagens passadas e tomei conhecimento que sábado era o "grande dia".
    Desejo a você muitas felicidades, saúde, alegrias e ânimo para continuar nos alimentando com tanta sabedoria.
    A postagem de hoje, inclusive, foi todinha para mim...
    Muito obrigada.
    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
  3. Osho, Osho...ser de luz!!!
    “eu te aceito exatamente como você é”
    Essa frase é um mantra!

    Beijinhos Querida!!
    Tenha uma Semana Iluminada!!!

    ResponderExcluir
  4. Se quer mudar o mundo, comece mudando a si mesmo. Afinal, a melhora é sempre de dentro para fora e não ao contrário.

    Um beijo, minha amiga!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi linda !
    Vi no Meu Blog e Eu , que foi teu aniversário , parabéns , mesmo atrasado , tá .
    Muitas felicidades e tudo de muito bom !
    Beijo no coração !

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...