Pesquisar este blog

Tradutor

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sobre o Apego...

“Todas as nossas misérias e sofrimentos não são nada mais do que apego. Toda a nossa ignorância e escuridão é uma estranha combinação de mil e um apegos. Nós estamos apegados a coisas que serão levadas no momento da morte, ou mesmo, talvez, antes. Você pode estar muito apegado a dinheiro, mas você pode ir à bancarrota amanhã. Você pode estar muito apegado a seu poder e posição, mas eles são como bolhas de sabão. Hoje eles estão aqui; amanhã eles não deixarão nem um traço. (…)

Todas as nossas posições, todos os nossos poderes, nosso dinheiro, nosso prestígio, respeitabilidade são todos bolhas de sabão. Não fique apegado a bolhas de sabão; senão, você estará em contínua miséria e agonia. Essas bolhas de sabão não se importam por você estar apegado a elas. Elas continuam estourando e desaparecendo no ar e deixando-o para trás com o coração ferido, com um fracasso, com uma profunda destruição de seu ego. Elas o deixam triste, amargo, irritado, frustrado. Elas transformam sua vida num inferno.

Compreender que a vida é feita da mesma matéria que os sonhos é a essência do caminho. Desapegue-se: viva no mundo, mas não seja do mundo. Viva no mundo, mas não permita que o mundo viva dentro de você. Lembre-se que ele é um belo sonho, porque tudo está mudando e desaparecendo.

Não se agarre a nada. Agarrar-se é a causa de sermos inconscientes.

Se você começar a se desprender, uma tremenda liberação de energia acontecerá dentro de você. A energia que estava envolvida no apego às coisas trará um novo amanhecer ao seu ser, uma nova luz, uma nova compreensão, um tremendo descarregar – nenhuma possibilidade para a miséria, a agonia, a angustia.

Ao contrário, quando todas essas coisas desaparecem, você se encontra sereno, calmo e tranqüilo, numa alegria sutil. Haverá um riso no seu ser. (…)

Se você se tornar desapegado, você será capaz de ver como as pessoas estão apegadas a coisas triviais, e quanto elas estão sofrendo por isso. E você rirá de si mesmo, porque você também estava no mesmo barco antes. O desapego é certamente a essência do caminho.”

Osho


7 comentários :

  1. que meu apego se desapegue de mim

    grande beijo moça do telhado

    ResponderExcluir
  2. Sheila querida do meu core,
    o apego só traz tristeza ao nosso coração, portanto por mais que seja difícil a prática do desapego tem que estar presente em nossas vidas sempre.

    beijocas no seu coração voador!

    ResponderExcluir
  3. Belo texto e praticamente um tapa na cara de tds nós, que nos prendemos cada dia mais ao consumismo exacerbado.

    bjkas flor.

    ResponderExcluir
  4. Sheila, te ví lá no mosaico da Re. Vim ver sua gaveta que virou armário (também tenho uma assim...). Mas ao chegar fui me encantando com os textos, com as imagens, com o layout, me encantei tanto que já sou sua seguidora...rsrs
    Obrigada pelos bons momentos que passei aquí, até a próxima! Bjossss

    ResponderExcluir
  5. Éééé Bora praticar o desapego né?!


    Beijoquinhas :*

    Sexta Feira chegou \º/

    ResponderExcluir
  6. Acredito nisso! acredito!
    Mas como é difícil...
    Deus me ajude!
    Beijos.

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...