Pesquisar este blog

Tradutor

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Antídoto contra a RAIVA!

Gosto muito das histórias e fábulas; elas de uma fórmula simbólica deixam pegas na nossa alma, que uma vez aprendidas, nos possibilita voltar no curso e percorrer novamente esse caminho de profundos ensinamentos.

E como toda história, iniciamos assim... A LAMA

Era uma vez uma menina chamada Rosa, que no dia de seu aniversário ganhara uma linda boneca. Na manhã seguinte, sua amiguinha Clara, foi até sua casa lhe fazer companhia e brincar com ela. Mas, Rosa não podia ficar com a amiga, pois tinha que sair com sua mãe. Clara então pediu que Rosa a deixasse ficar brincando com sua boneca nova. Rosa não gostou muito da idéia, mas, por insistência da mãe acabou concordando.

Quando retornou a sua casa, a amiguinha Clara já não estava mais lá; tinha deixado a boneca fora da caixa, toda espalhada e quebrada. Rosa ficou muito brava e queria ir até a casa da amiga para brigar e tirar satisfações.

Sua mãe ponderou:
- Você se lembra daquela vez que um carro jogou lama no seu sapato novo?

- Ao chegar em casa você queria limpar imediatamente aquela sujeira, mas sua avó não deixou. Ela falou que você devia primeiro deixar a lama secar. Depois, ficaria mais fácil limpar.

- Com a raiva filhinha é a mesma coisa. Deixa a raiva secar primeiro, depois fica mais fácil resolver tudo.

Mais tarde, a campainha tocou: era a amiga Clara trazendo uma nova boneca. Disse que não tinha sido sua culpa, e sim de um menino invejoso que, por maldade havia quebrado sua boneca quando ela brincava com ela no jardim.

E a amiga Rosa respondeu:

- Não faz mal, minha raiva já secou.

Às vezes temos que segurar nossos ímpetos, deixar o barro secar para depois limpá-lo. É o “contar até 10, o perdoar 70x7”, isto é, infinitamente, respirar fundo para que nosso cérebro funcione melhor. Pois, assim você não corre o risco de cometer injustiça, e levar as pessoas a ter sentimentos de raiva. Se você está numa roda viva de ódio ou vingança, pule fora enquanto o barro estiver mole.

Muitas vezes estamos amedrontados, por nossa raiva que pode irromper como um açude, inundando o nosso mundo de ódio destrutivo. Não temas em sentir-se como um vulcão em erupção, você é um ser humano, lembre-se pessoas com raiva e culpa, tende a se machucar emocionalmente e fisicamente.

Se você não consegue ver o fato causador da raiva ou do ressentimento, conte até dez e questione-se:
Qual o motivo de minha raiva?
Por que estou triste?
Qual é a causa de tanto medo?
Por que está raiva me consome e me envolve tanto?

Só assim você pode desativar a “bomba” dirigida contra outra pessoa, apreender a lição, e limpar seu interior com o “antídoto do perdão”.
É o veneno da cobra que nos salva de sua picada, mas antes tem que reconhecer nele a presença do mal, da mesma forma, reconhecer em você o agente causador dessa emoção chamada: raiva, ódio, ressentimento, magoa, rancor, culpa e depois aplicar o antídoto do AMOR. Assim, fica mais fácil limpar a lama.

“Os inimigos têm sua utilidade, porque vos mostram as vossas falhas e porque vos dizem verdades. São mestres a quem não se paga”. (Plutarco, historiador grego que viveu cerca de 100 a.C.).

Antídoto para dissolver a RAIVA:

1) Feche os olhos e entre no nível Alfa.
2) Respire lentamente e profundamente e solte o ar pela boca lentamente.
3) Solte toda a tensão (testa, ombros, sobrancelhas, espreguice e boceje).
4) Visualize a sua frente a pessoa ou situação de quem você não gosta numa tela.
5) Envolva essa pessoa com um manto branco, sob uma luz violeta.
6) Tire o manto dela, e imagine ela alegre, sorridente, olhar afetuoso, amoroso, estendendo-lhe as mãos.
7) Deixe-a desaparecer em paz, envolta numa luz branca.
8) Você está agora no centro da tela, feliz, sorridente, envolto em uma luz violeta.
9) Diga: eu mereço esta paz, mereço ser feliz, porque estou em comunhão e união com o todos os seres.
10) Eu me perdôo, e quero estar em paz com meu coração, amorosamente.

A felicidade está onde sempre a colocamos, basta você buscá-la com AMOR, no seu coração.

Lembre-se:

“Os que querem ser donos do mundo, jamais serão donos de si mesmo”.


por Deny Alves - STUM



2 comentários :

  1. Vamos aprender a ponderar sempre os porquês. São tantos aprendizados que não enxergamos por causa da nossa impulsividade, que devemos parar e deixarmos secar estas impulsividades.

    Um beijo, Anjo!!!

    ResponderExcluir
  2. "Os que querem ser donos do mundo, jamais serão donos de si mesmo."

    É isso mesmo Sheila, amei de paixão seu poster!!!

    Tenha um Fim de Semana Abençoado!!
    Paz e Luz!!

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...