Pesquisar este blog

Tradutor

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Quem entrar aqui me honrará. Quem não entrar me proporcionará um prazer...

Um poeta escreveu em sua porta: “Quem entrar aqui me honrará. Quem não entrar me proporcionará um prazer”

BASEAMOS NOSSA AUTOESTIMA na imagem que os outros têm de nós e é exatamente isso que Nietzsche critica com o exemplo do poeta. Quem não permite que sua felicidade dependa da aprovação alheia está sempre no melhor dos mundos.
A fábula a seguir ilustra bem a posição dependente das pessoas que se sentem incompreendidas em seu ambiente e pensam que em outro lugar seriam mais valorizadas.

Certo dia, uma coruja encontrou um pássaro que lhe perguntou:
– Aonde você vai?
– Estou me mudando para o leste – disse a coruja.
– Por quê? – perguntou o pássaro.
– As pessoas aqui não gostam muito dos sons que eu faço. Por isso vou para o leste.
– Se puder mudar sua voz, tudo fi cará bem. Mas, se não puder, mesmo indo para o leste, vai acontecer a mesma coisa, pois as pessoas de lá também não vão gostar.

Do Livro Nietzsche para Estressados

3 comentários :

  1. Sheila querida..bela mensagem da corujinha...se preocuparmso com a opinião alheia deixamos de ser nós e não vamos viver mudando..
    Também postei um conto(autor desconhecido) no meu blog mais ou menos sobre isso...aqueles que cuidam da vida alheia o tempo todo..isos me irrita! Dá uam olhadinha lá..
    Me dê noticias da juju...já operou?
    beijos
    titi

    ResponderExcluir
  2. aaaaamei as corujinhas
    mto boa a lição/reflexão
    esse livro é um tesouro

    ResponderExcluir
  3. Não dá pra deixar passar essas corujas!! Que coisa foooofa!!
    Seu blog tá muito lindo e aconchegante, vontade de ficar por aqui mesmo...
    Lindo dia pra você querida!
    Beijo grande! Vy

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...