Pesquisar este blog

Tradutor

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Adeus Louise...

08/10/1926 - 30/08/2017 

A nossa amada Louise L. Hay faleceu nesta manhã, 30 de agosto de 2017, de causas naturais aos 90 anos de idade. Ela fez a sua transição de forma tranquila e rodeada por entes queridos.

A Louise era uma uma mulher incrível! Todos que tiveram o privilégio de conhecê-la, pessoalmente ou através das suas palavras, sentiram a sua paixão por servir os outros. 

"No infinito da vida onde estou, tudo é perfeito, pleno e completo..."

**Biografia de Louise L Hay**

Louise Hay foi uma autora muito conhecida. Palestrante motivacional e fundadora da editora Hay House. Pioneira da chamada onda da Nova Era surgida nos anos 70. É também autora de diversos livros de auto-ajuda, incluindo um dos mais vendidos: Você Pode Curar a Sua Vida.

Louise teve uma infância simplesmente horripilante, terrível. Os pais se separaram quando ela era ainda bebê; a mãe casou se de novo com um homem violento; Louise foi violentada por um vizinho e vivia uma vida de pobreza, brutalidade e medo.

Claro que naquela atmosfera a pequena Louise não foi capaz de desenvolver seu amor-próprio, e essa falha continuou a existir durante dezenas de anos, mesmo quando ela já se tornara uma ‘top model’ famosíssima, trabalhando para os grandes costureiros nova iorquinos.

Sua vida começou a mudar quando conheceu a Church of Religious Sciences ("Igreja das Ciências Religiosas'), uma igreja que se ocupa principalmente com o tema da cura. Ali Louise se tornou logo muito ativa; estudava intensivamente o esoterismo, métodos de cura e religião, e começou a ser procurada como conselheira.

E aí, de repente, recebeu de seu médico a seguinte informação: "Você tem câncer. É incurável..."

Mas Louise não queria aceitar a condenação de morte. Nem queria ser operada. Em vez disso, ela começou a pesquisar todos os métodos de cura de câncer alternativos possíveis e usava o que considerava ter relação com seu caso. Ela mudou radicalmente seu regime alimentar e fez varias outras coisas. Assumiu em 100% a responsabilidade por sua doença e a própria cura o que também significava que ela deveria se livrar dos padrões mentais que haviam causado a doença. Em seu livro ‘You Can Ideal Your Life’ ("Você Pode Curar Sua Vida "), ela declara:

“Eu sabia que devia me libertar dos ressentimentos oriundos da minha infância. Sim, tive uma infância muito difícil, pesada fui explorada de todos os jeitos: espiritualmente, fisicamente, sexualmente. Mas aquilo acontecera já havia muitos e muitos anos, e não era uma desculpa pela maneira com que me tratava hoje em dia. O que aconteceu era que, literalmente, eu consumia meu próprio corpo através do tumor maligno, porque não conseguia perdoar. Chegara a hora para eu superar aquelas experiências do passado e assim tentar entender quais foram as experiências que fizeram as pessoas tratar uma criança do modo que me trataram. Com a ajuda de uma terapeuta, expressei toda aquela raiva acumulada e contida, batendo num travesseiro, rasgando-o, berrando de fúria. E depois me senti já bem melhor. Aí comecei a juntar as coisas que os meus pais me contaram sobre sua própria juventude e cheguei a ter uma ideia das suas vidas. E, adquirindo mais compreensão, me tornando finalmente madura, comecei a ter piedade dos seus sofrimentos."

Assim, ela foi capaz de perdoar seus pais e finalmente desenvolver o seu amor-próprio. Ela aconselhava um exercício que a ajudou muito durante os meses de tratamento: "Coloquei me em frente de um espelho, dizendo coisas como: `Louise, eu te amo, te amo de todo coração'. "

Para Louise Hay, são estes os pontos mais importantes para quem deseja adquirir saúde mental, emocional, física: perdoar e amar a si próprio.

Meio ano após ter diagnosticado em Louise o tumor maligno, o médico não conseguiu encontrar mais nada da doença. O câncer havia desaparecido uma vitória praticamente inacreditável do espírito sobre a matéria. Depois daquela experiência, Louise Hay voltou de Nova York para Los Angeles, onde se criara. E ali começou sua fantástica carreira, no início dos anos 80. Seus livros e videocassetes são todos best sellers e se alastraram pelo mundo inteiro.

Pode se criticar a tendência americana de comercializar até o espiritual, como também existem pessoas que acham que o trabalho de Louise Hay é pouco "científico" e "intelectual". Mas sem dúvida alguma ela soube curar milhões de pessoas ou, pelo menos, levá las à paz interior. E até pessoas sãs podem aprender muito com essa mulher amorosa, experiente, talentosa e tolerante.

*O que você considera mais importante para transmitir através de seu trabalho?
“Que nós somos os próprios causadores das nossas experiências e que podemos também modificá-las. E a coisa mais importante é amar a si próprio. O que é, para muitas pessoas, uma cura milagrosa”.

*Você acha então que a causa mais profunda de todas as doenças é que as pessoas se valorizam pouco, não têm amor próprio?
“É certamente a causa de muitas experiências negativas, incluindo o sofrimento físico. Pessoas realmente felizes são saudáveis”.

*Então você não quer ser uma mestra?
“Não. Acho perigoso. As pessoas podem aprender comigo até um certo ponto, a ai devem procurar em outras direções. Minha meta é um mundo onde todos se amem, onde eu, não importa onde vá, encontre pessoas pacíficas, amorosas, alegres . . . e que saibam cozinhar muito bem! (Ela começa a rir gostosamente.) Vocês estão vendo? Estou criando um mundo para mim onde eu gostaria de viver”.

*Você também escreve: "Não se critica nunca." Se criticar não pode ser bastante saudável e útil no processo de cura?
“Não, não acho que se deva criticar. Podemos decidir quais as mudanças a serem feitas. Mas não precisamos ficar chateados para limpar nossa casa.”

*Na contracapa de seu livro You Can Heal Your Life consta que você é uma personalidade internacionalmente conhecida no campo da Nova Era. O que, para você, quer dizer "New Age"?
“Nós estamos mudando nossa maneira de pensar. Éramos vítimas sem esperanças, a agora estamos aprendendo que podemos assumir responsabilidades, podemos literalmente mudar nossas vidas. Por isso se trata realmente de uma nova era!” 

Fonte: Imagick.org.br


A Hay House continuará o legado de Louise e continuará a publicar produtos e cursos de aprendizagem on-line que se alinham com sua mensagem de auto-aperfeiçoamento e auto-amor.

A propriedade de Louise Hay, bem como todos os royalties futuros, serão doados para The Hay Foundation, uma organização sem fins lucrativos criada por Louise que apoia financeiramente diversas organizações que fornecem comida, abrigo, aconselhamento, cuidados paliativos e fundos para os necessitados.

Gratidão pelos seus ensinamentos amada Louise.
Que nesse momento você possa avistar uma revoada de pássaros cobrindo o céu...
É a minha forma de dizer: Muito Obrigada!

Com amor...
Sheila Costa do blog
Passarinhos no Telhado

Leia mais textos e mensagens de Louise L. Hay - AQUI

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Nossa armadura psicológica...


Nossas orações, nossos cânticos, nossos mantras, nossas escrituras, nossos deuses, nossos sacerdotes, são tudo partes de nossa armadura psicológica.
Isso é bem sutil. 
Um cristão acredita que ele será salvo – ninguém mais será. 
Agora isso é sua defesa organizada. Todo mundo vai para o inferno menos ele, devido a que ele é um cristão. 
Todavia cada religião acredita da mesma maneira que somente eles serão salvos.
Isso não é uma questão de religião. 
O problema é o medo e de ser salvo do medo, assim isso é natural de certa maneira. Mas num certo ponto de sua maturidade, a inteligência exige que isso seja abandonado. 
Isso foi bom quando você era uma criança, mas um dia você precisa deixar seus ursinhos de brinquedo, do mesmo jeito que um dia você precisa deixar seu "Deus", da mesma maneira, um dia você tem que deixar seu Cristianismo, seu Hinduísmo. 
Finalmente, no dia que você abandonar toda sua armadura significa que você deixou de viver a partir do medo.
E que tipo de vida pode existir a partir do medo? 
Uma vez abandonada à armadura você pode viver do amor, você pode viver de uma forma amadurecida. 
O homem totalmente amadurecido não tem medo, nem defesa; ele é psicologicamente completamente aberto e vulnerável.
Num ponto a armadura pode ser uma necessidade... 
Talvez seja.
Mas quando você cresce, se você não estiver somente envelhecendo, porém também crescendo, crescendo em maturidade, assim você começará a ver o que você está carregando com você. 
Por que você acredita em Deus? 
Um dia você tem que ver por você mesmo que você nunca teve contato com esse "Deus". E que você não está sendo sincero.
Que tipo de religião pode haver quando não há nenhuma sinceridade, nenhuma autenticidade? 
Você não pode nem mesmo dar razões para suas crenças, e vocês ainda continuam apegados a elas.
Olhe mais de perto e você descobrirá medo por trás delas.
Uma pessoa amadurecida deve desconectar-se de tudo que estiver relacionado com o medo. 
É assim que a maturidade chega.
Apenas observe todos os seus atos, todas as suas crenças e descubra se elas estão baseadas na realidade, na experiência, ou se estão baseadas no medo. 
E qualquer coisa baseada no medo precisa ser imediatamente abandonada, sem um segundo pensamento."

Osho


quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Reprograme suas células para vibrar na frequência do amor...



Como reprogramar as células do seu corpo para vibrarem na frequência do Amor de uma maneira completamente simples! 

Assista! Vale a pena!

 

Trate-se com amor...sempre!


segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Limpeza Energética da casa com carvão...


Nosso LAR é o nosso santuário, e sendo assim precisa ser harmonioso e repleto de boas energias. 
Mas, pode acontecer de energias negativas se instalarem em nossa casa. 
E, como saber se há energia negativa em nosso lar?  
Alguns indícios podem sinalizar se estamos convivendo com baixas energias dentro de casa:


  • Os moradores ficam irritados, sonolentos, brigam por qualquer motivo e podem até adoecer.
  •  Os aparelhos domésticos quebram com frequência e pequenos acidentes domésticos começam acontecer.
  •  É frequente os moradores apresentarem estados de emoções descontroladas, como ansiedade, medo e raiva, sem motivo para isso.
  • Os animais ficam agitados.
  • Plantas murcham ou secam, mesmo estando bem cuidadas.
  • As crianças se sentem cansadas e apáticas sem motivo.


Sobre a Limpeza..

Chamamos de limpeza energética o restabelecimento da nossa energia original, feita de forma consciente, seguindo métodos que já foram constatados serem eficazes, para elevar de novo a nossa vibração energética, recuperando a harmonia.

Ingredientes

Para a limpeza energética com carvão, você irá precisar de um copo de vidro, água e um pedaço de carvão vegetal.


1) Encha o copo com água e coloque o pedaço de carvão vegetal dentro.

2) A seguir, coloque o copo em um canto da casa. Você deverá reparar, dentro de horas ou dias, quanto tempo levará para a pedra de carvão afundar. Isso te dará a noção da quantidade de energia negativa e poluição astral que há no ambiente.

3) A limpeza energética com carvão acontece a partir do momento que ele afunda. Esta técnica de limpeza é ideal para combater as energias de baixa vibração.

4) Quanto mais rápido o carvão afundar, maior é o nível de poluição astral. Você pode substituir o carvão quando ele estiver submerso e continuar a limpeza energética.

5) Não se esqueça que a pedra de carvão que for retirada deve ser jogada de volta na natureza, em um jardim, área verde ou em um rio com água corrente.

6) O ideal para essa limpeza energética com carvão é que seja feita de uma a duas vezes por mês.

Fonte:Universo da Espiritualidade

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Você só pode compartilhar aquilo que você é...


"Você só pode compartilhar aquilo que você é, e, quando o compartilha, repercute em você. Essa é a lei. A vida reflete e ecoa tudo o que você lança na vida — vem de volta, mil vezes mais vem de volta. Sorria, e a existência inteira sorri para você. Grite e insulte, e a existência inteira grita e o insulta. E você é a causa de tudo isso; você cria o processo inteiro." 

Osho
imagemdaqui

domingo, 13 de agosto de 2017

Saudades do Pai...


Hoje levantei cedo demais
Senti saudade tua meu pai
Olhei pra cadeira onde mateava, estava vazia
E um silêncio tomou conta de mim
Quando na cabeceira da mesa
Tu também não estava

Então lembrei de minha infância
Não só do grande pai
Mas também do grande amigo
Do carinho que tu me dava
De teus ensinamentos
Que no momento nem tanto me importava
Mas era em ti que eu me espelhava

Agarradito em tuas bombacha foi que aprendi a ser homem
Aprendi a ser humilde pra não ser humilhado
Ser amigo dos amigos
Respeitar pra ser respeitado
Me ensinou a ter coragem para dominar meus próprios impulsos
E procurar estar sempre com a verdade do lado
Pois o mal só reponta os fracos
E esses por si já são derrotados

Não te preocupa com o que pensam de ti
Mas sim com tua consciência
O homem é o que é
E não aquilo que qualquer um pensa

Tenha capricho em tuas atitudes
Como um pingo* bem encilhado
E não tenha medo de pedir desculpa quando estiver errado
Sempre que puder perdoar, perdoe
Sem se sentir derrotado
Pois feliz o homem, que tal a grandeza, que cruzou por cima do pecado

Não tenha vergonha de ter terra nas unhas
Mas a alma limpa como a vertente de um lajeado
Tenha compromisso, seja honesto, trabalhador
Justo e agradecido
E quanto mais longe for
Mais se lembre de onde tenha saído
Por mais que tenha vencido
Nunca cruze por cima
De quem tivesse caído
Pois mais vale um homem desarmado
Do que uma arma sem homem
Mais vale um pobre coitado do que um coitado de alma pobre

Na fumaça de um fogo de chão
Do velho galpão onde nós mateava
Ficou curtido o que tu me passava
Como a rainha de minha lembrança
Pra curar esta ferida
Pois tenha certeza meu velho
Que teus ensinamentos que me ajudaram
A conquistar um espaço na vida

Hoje levantei cedo demais
Pra pelo menos em pensamento
Matear contigo meu pai.

Rubens Colombo Lima - Mano Lima.

Tradução do Gauchês:
*Pingo = cavalo

Hoje recebi esse poema gaúcho, do meu marido. O meu sogro já é falecido.
Na hora senti um aperto no coração, pois por um minuto eu senti a saudade que ele sentia do seu pai. Meu sogro foi embora tão precocemente. Nem conheceu os netos.

Hoje eu tive a oportunidade de passar o dia dos pais junto com o meu. 
Dei um abraço mais demorado do que de costume no meu velho pai...um abraço agradecido.
Obrigada meu Deus, por ainda poder matear com ele, olhando nos olhos. 
Gravei bem este momento na memória.
Agora este momento, ninguém tira de mim...nem o tempo...nem a morte...

Feliz Dia dos Pais! 



quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Sobre a Busca por Deus...

Dedique-se com todo o seu ser à busca, 
mas quando você chegar ao mar deixe de falar sobre o rio.

Se você realmente quer saber o que é Deus, terá de ser completamente apaixonado. Não se trata de uma busca científica, mas de um romance. É uma questão de vida ou morte, é uma busca. É curioso, não é uma investigação intelectual, é uma sede existencial.

Pense em um homem perdido no deserto, sedento. Não é uma questão intelectual ... ele não está preocupado com os componentes da água. Se você começar a fazer um longo discurso sobre os elementos da água, sua química, como é feita, e tentar explicar a fórmula H2O, ele vai saltar para cima de você e vai matá-lo. Ele não está interessado filosoficamente, cientificamente. Ele quer água: é uma questão de vida ou morte. E você está falando H2O! Como é que pode matar sua sede?
Quando sua busca estiver apaixonado, nenhuma escrita pode lhe satisfazer. E as pessoas estão satisfeitas com as escrituras, porque sua busca é falsa, é uma pseudo busca.

Leem escrituras a cada manhã, eles recitam o Corão: a busca é falsa. Se a busca é real, eles não vão ficar satisfeitos com palavras, eles vão fazer alguma coisa. Eles começam a buscar a Deus. Eles estarão prontos para fazer qualquer coisa, fazer qualquer viagem. Eles estarão prontos para arriscar toda a sua segurança, conforto e comodidade pois Deus será a sua única vida.

A busca deve ser apaixonada. Tudo que você tem procurado até agora ... buscando dinheiro, poder, prestígio e mil e uma coisas ... Deus não tem que ser um item em sua longa lista de desejos. Mesmo se você o colocar em primeiro lugar em sua lista, você vai perdê-lo também.

Ele tem que ser sua única pesquisa.
Todos os seus desejos devem se converter em um desejo, como todos os rios desaguam no oceano. Deus deve tornar-se a sua  única busca, então e só então ... a revelação.

Milhões de pessoas acreditam em Deus, mas eles nunca podem penetrar nesse mistério nunca podem ter uma experiência real de Deus. E qual é a razão? A razão é simples: Deus é apenas um item em sua lista de compras, apenas um item. Elas não estão realmente prontas para serem totalmente devotas. E neste mundo, só a devoção total tem sucesso."

Osho em Tantra, a suprema compreensão.



quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Agosto...


“Só quem vive bem os agostos é merecedor da primavera! Lembro-me bem. Foi quando julho se foi, que um vento mais gelado, mais destemperado, que arrastava ainda folhas deixadas pelo outono, me disse algumas verdades. 
Convenceu-me de que o céu começaria a apresentar metamorfoses avermelhadas. Que a poeira levantada por ele daria lições de que as coisas nem sempre ficam no mesmo lugar e que é preciso aceitar que a poeira só assenta depois que os redemoinhos se vão. Foi quando julho se foi que a minha solidão me convidou para uma conversa. E me contou de tempo de esperas. E me disse que o barulho das árvores tinha algo a dizer sobre aceitação. E eu fiquei pensando com elas, as árvores, aceitam as estações que, se as estremecem, também lhes florescem os galhos. Mas tudo a seu tempo. Foi em agosto que descobri que os cachorros loucos são, na verdade, os uivos que não lançamos ao vento. São nossos estremecimentos particulares que a nossa rigidez de certezas não nos permite encarar.....
Agosto é quando Deus deixa a natureza traduzir visivelmente o tempo das mutações. Mude, diz agosto, em seu recado de sementes. Aceite, diz agosto, com seu jeito frio de vento que levanta poeira e a faz avermelhar o céu. 
Compartilhe, diz agosto.... Distribua mais afetos, que inverno é acolhimento, é tempo de preparar setembro. E, de setembro, todos sabemos o que esperar. Esperamos a arrebentação das cores, que com seus mais variados nomes vêm em forma de flores. Vamos apreciar agosto, recebê-lo com espanto feliz de quem não desafia ventos. Que ele desarrume e espalhe suas folhas e levante suas poeiras. Aceite as esperas, mas coloque floreiras na janela. Só quem vive bem os agostos é merecedor da primavera.” 


Texto de Miryan Lucy de Rezende





Lindo né? :)


terça-feira, 1 de agosto de 2017

Qual a motivação por trás do querer?


Gosto de falar sobre poder do pensamento, metafísica, lei da atração e afins.

Um assunto me chama a atenção, mas percebo que passa despercebido pela maioria dos que leem sobre o assunto: o que leva alguém a querer algo?

Em última instância: se sentir bem. Alguém, quando alcança um objetivo, se sente realizado, pleno, alegre, BEM.

O que se segue a partir daí é muito interessante: noto que pessoas com realizações similares nem sempre têm o mesmo fim da história.

Um exemplo: duas irmãs se casam. Uma, dá certo no casamento;a outra, vive pelos cantos, mal amada pelo marido; dois amigos realizam o desejo de comprar seus próprios carros: um, dirige tranquilamente, o carro não dá problema; o outro, está sempre com o carro (novo!) na oficina, onde quer que estacione, na volta, vê um arranhão...

O quê acontece no caso da irmã bem casada e do amigo do carro “feliz” e no caso da  irmã mal amada e do amigo do carro “urucubaquento”?

MUITAS COISAS.
E eu quero falar sobre UMA: o que motivou o desejo dessas pessoas.      

Algo óbvio é: a vibração que cada um emana na maior parte do tempo, mas existe um pequeno detalhe ignorado por muitos e que faz uma diferença E-NOR-ME no resultado da sua manifestação: DE QUE PLATAFORMA EMOCIONAL VOCÊ PARTE QUANDO DESEJA ALGO?

Se uma mulher deseja se casar porque sabe que encontrou um parceiro de vida com quem valha a pena dividir sua intimidade, ela está partindo da plataforma emocional correta. Mas, casar: para não ficar solteira, para sair da casa dos pais ou porque todas as amigas já casaram... é uma plataforma emocional FALIDA, a mulher pode conseguir o desejo dela sim, mas a consequência será péssima.

Se alguém deseja um bem material porque é um barato para ele, vai facilitar a vida, a locomoção, a moradia, o lazer, a plataforma emocional, a motivação do desejo está ok; entretanto, se estiver tentando se auto-afirmar ou preencher materialmente o que só emocionalmente conseguiria, pode e vai conseguir e o prejuízo é certo.

Esses são meros exemplos e esta é uma das causas que explicam o “conseguir e dar errado”, porque nossa Mente é cheia de arquivos e registros, dentre eles: de ganhos e  perdas. Se materializarão os que tiverem mais atenção emocional, os que forem mais ativados.

Uma memória não desativada no subconsciente encontrando a OPORTUNIDADE de ocorrer, manifesta uma situação. Uma memória é uma programação que será fielmente externada em forma de eventos e circunstâncias.

Programação + oportunidade = materialização.

Então, a dica desta semana é: quando desejar alguma coisa, elabore uma lista com vários motivos do por quê seu desejo é bom para VOCÊ.

E veja as resistências subconscientes desmoronarem.

Rayra Kalidan


Achei esse texto da Rayra muito interessante e reflexivo.
Antes de querer algo, pergunte a si mesmo o motivo desse querer. 
Veja se está partindo de uma plataforma emocional correta, se não está querendo algo apenas para satisfazer o ego e se auto afirmar.
O que nos "motiva" é a chave de tudo!
Questione-se! 

Beijos reflexivos...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...