Pesquisar este blog

Tradutor

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Vai que pega...


Os tempos são, cada vez mais, individualistas e mesquinhos e, vocês sabem, é sempre muito difícil discutir com pessoas individualistas e mesquinhas. Perguntam “Qual a utilidade de um filho?”, como se uma criança fosse um eletrodoméstico, ou um novo modelo de celular. Como se um filho pudesse lhes economizar algum dinheiro ou lhes deixar alguns centímetros mais altos. Você não encontrará esse tipo de utilidade em um filho.

Pelo contrário: um filho vai esgotar suas economias e minguar suas noites de sono. Vai sujar suas camisas novas e desenhar em suas paredes. Você não vai ter um filho para obter vantagens, descontos, deduções do Imposto de Renda ou balões de graça sempre que for ao shopping. Você vai ter um filho para aprender a amar outra pessoa mais do que a você mesmo.

Esta é a utilidade secreta de um filho: ele nos torna imediatamente pessoas melhores. Nos preocupamos em ser mais educados com as outras pessoas, em dar o exemplo. Nos esforçamos para preservar o meio ambiente, para que o mundo continue sendo um lugar agradável pra ele.

Você passa a separar o lixo, dizer “com licença”, parar no sinal amarelo. Você passa a se preocupar com bullying, com piadas preconceituosas, com alimentação industrializada. Você devolve o troco errado, recolhe o lixo que outra pessoa jogou no chão. Você se torna uma pessoa melhor. Para que seu filho seja melhor que você. Melhor que seus pais. Melhor que seus avós. Para que o mundo dele seja melhor do que o seu mundo.

Os tempos são, cada vez mais, individualistas e mesquinhos. Contra eles, amor e abnegação. Ter um coração mole em um mundo cruel não é sinal de fraqueza, é sinal de coragem.

Vai que a moda pega.

Marcos Piangers

Resolvi postar este texto do colunista do Jornal ZH Marcos Piangers, porque concordo e discordo dele...e vou explicar o porquê.
Ter um filho é uma escolha e ninguém é "melhor" ou "pior" por isso. 
Mas uma coisa eu concordo e entendo o colunista...não é que só depois que temos um filho que nos tornamos pessoas melhores mas existe um "esforço" e uma "preocupação" maior que antes não existia! Queremos ser pessoas melhores e desejamos que nossos filhos sejam melhores que nós! É um amor difícil de explicar e só quem passa pela experiência entende. Quem não passa nunca vai entender e não há problema nenhum nisso também. 
Existem coisas maravilhosas para se viver quando se opta por ter filhos...e existem coisas maravilhosas para viver quando se opta por não ter.
Cada um sabe de si...e o que falta mesmo, hoje em dia, é "respeito" pelas escolhas alheias! Isso sim! Individualista e mesquinho é quem acha que só as suas escolhas é que estão certas.


5 comentários :

  1. Concordo contigo! O que falta é respeito a escolha do outro. Em vários sentidos! vejo a intolerância da s pessoas e me pergunto onde vamos parar enquanto sociedade. Façamos a nossa parte respeitando uns aos outros e vai que pega...

    ResponderExcluir
  2. Olá Sheila faz tempo que não passo por aqui e venho hoje com este texto realmente forte e cabem as ponderações que voce belamente fez. O sonho de um mundo melhor para os nossos é real e creio que independe de ter ou não filhos. Com o tempo geralmente buscamos ser melhores e mais capazes na superação de problemas e traumas. Mas o fechamento é perfeito, falta respeito às diferenças e escolhas pessoais.
    Uma linda semana amiga e vou dar um passeio por ai.
    Carinhoso abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você, Sheila.O que falta mesmo, hoje em dia, é respeito pelas escolhas alheias! Tenha uma linda noite.
    Beijos
    Flor de Liz

    ResponderExcluir
  4. Concordo!
    A humanidade está pobre de respeito ao próximo, humildade e responsabilidade. Existe uma enorme necessidade de viver para os outros e não para si, procuram incessantemente por felicidade, achando que vão encontrar em bens materiais. Nesta busca tranformam filhos em bens de consumo, fazendo comparações, meu filho é melhor que o teu! Como se de qualquer outra "coisa" se tratasse. Esquecem que a felicidade é um estado de espírito, vive feliz quem se encanta com as pequenas coisas desta vida (e não, esta não é uma frase feita!). Filhos são um projeto de vida e despertam em nós uma pessoa melhor, é sem dúvida uma experiência de vida que nos enriquece a alma e nenhuma outra experiência se iguala, no entanto, deve todo o nosso respeito aqueles que não querem assumir esta responsabilidade ou os que não podem.

    ResponderExcluir
  5. Belas colocações, tanto sua quanto do autor.
    Ainda não penso ter filhos humanos mas tenho meus cachorros e gatos que amo muito e que me fazem melhor a cada dia, e nessa vibe mudaram também meus pais, tias, avó (que também adotaram gatos e cachorros)...enfim, os animais mudaram pra melhor a minha família. Vejo mais compaixão, caridade, amor e esse sentimento de deixar o mundo melhor, fazer a diferença. Até me tornei vegetariana!
    Elegi meus animais como filhos e isso mudou a minha vida!

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...