Pesquisar este blog

Tradutor

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Perto de mim, só gente bonita...



As portas da igreja se abriram e lá estava ela, linda como eu já imaginava, ao lado do pai emocionado. Olhou para o altar com um encantamento de menina, sorriu e se deram as mãos. Antes do primeiro passo, ela virou-se pro pai, beijou sua mão e perguntou com toda doçura do mundo: vamos? Enquanto ela entrava, agradeci por poder estar presente e fiquei tentando adivinhar o que fazia este momento tão bonito. O vestido era perfeito, mas não era isso. O cabelo estava lindo, mas não era isso. A música, a decoração, estava tudo tão mágico mas ainda era pouco. Ao vê-la caminhando radiante e iluminada em direção ao seu príncipe, pude perceber que a beleza daquela noite era ela.


Percebi, de uma maneira concreta e definitiva, que beleza interior é externa. Não é um jeito de dizer. Primeiro a frase soou estranha e depois pareceu muito clara. A beleza interior transparece o tempo todo, é violentamente evidente. A verdade com que se olha, a delicadeza com que se responde, o interesse com que se ouve, a capacidade de discordar respeitosamente. Tudo isso influencia a presença da pessoa no mundo: muda o jeito que ela gesticula, que se move, que ri. 

São atitudes assim que tornam a beleza consistente. Se parar para pensar, somos bem mais ação que contemplação. Se tirarmos as oito horas de sono, sobram dezesseis horas para interagir: conversar, trabalhar, comer. Fazer dessa interação uma boa experiência requer muito mais que um rostinho de miss. 

É claro que beleza física importa. Toda mulher que eu conheço quer se sentir bonita e isso tem garantido a sobrevivência de boa parte das revistas de globais e BBBs. Mas acho que se fala muito pouco sobre o outro lado. Pessoas bonitas têm pontos de vista interessantes, riem de si, são autênticas. Pelo menos para mim, seria bem pertinente se as dicas de beleza fossem além da maquiagem. Quer ficar mais bonita? Experimente não constranger os outros, espere a sua vez de falar, escolha assuntos agradáveis, não espalhe segredos que não são seus. Atitudes egoístas deixam as pessoas muito muito feias e isso conta mais que a cor do batom. 

Ao ver minha amiga entrando na igreja, encontrei a minha definição de beleza: bonito é quem a gente pode admirar. Não sei se é assim que funciona para todo mundo, mas é assim que eu tenho escolhido meus amigos. É esse tipo de gente que eu quero por perto: gente generosa, positiva, justa, gente que nos abre os olhos e nos puxa pra cima. 

Para tudo que não seja isso, a beleza não passa de um atributo provisório.
A feiura é uma questão de tempo...

por Sarah Westphal
Fonte: Papel Baunilha


Que lindeza de texto...amei! 

3 comentários :

  1. "Bonito é quem a gente pode admirar"
    Adorei
    Vc é linda amiga
    Pq é
    E pq é admirável

    ResponderExcluir
  2. Que texto incrível! "A beleza interior é externa". Você resumiu em poucas palavras o que acredito... Também quero ao lado apenas pessoas "de bem" e que espalham "o bem". Um beijo!
    www.estrelinhahelena.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sheila, concordo com vc, texto maravilhoso. Fala de uma forma mágica sobre os nossos atributos interiores, nossas virtudes. E como diz a autora beleza é não constranger os outros, espere a sua vez de falar, escolher assuntos agradáveis, não espalhar segredos que não são seus. Muita paz!

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...