Pesquisar este blog

Tradutor

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Como eu superei um trauma...


Olá amigos!

Bom, eu pensei muito se eu devia falar ou não sobre esse assunto aqui no blog...
Mas achei melhor falar, vai ser terapêutico para mim e quem sabe pode ajudar outras pessoas que passaram por uma situação traumática e ou parecida.
Quem acompanha o blog, sabe o que aconteceu comigo a exatamente 1 ano atrás.

Foi no dia 20 de maio de 2014, eu estava em casa bem tranquila com o meu bebê de 1 ano. Estava preparando o café no final da tarde, esperando o meu marido que logo chegaria do trabalho. Quando ouvi a porta da garagem abrir e o carro entrar... Lembro que ouvi vários batidas de porta, como se tivesse mais pessoas com ele. Como não estava esperando ninguém, pensei...o que será que ele está trazendo que teve que pegar no banco de trás. Mas o que ele estava "trazendo" não era um presente, ou alguma surpresa boa. Ele tinha sido abordado por assaltantes quando ele saía do trabalho...e eles estavam ali com ele. Vieram para nossa casa, com um objetivo: assaltar a empresa onde meu marido trabalha e usar a mim e meu filho como reféns para que tudo saísse como planejado. A cena que mais me marcou e quero esquecer... foi quando abriram a porta da cozinha com o meu marido pálido com um revolver na cabeça. As minhas pernas ficaram bambas e a única coisa que pensei foi no meu filho. Eles vieram para passar a noite com a gente, pois o assalto ocorreria no outro dia pela manhã. Amigos, foi a noite mais aterrorizante da minha vida...e nem em meus piores pesadelos eu imaginaria estar naquela situação. Lembro do meu coração na boca, o tempo inteiro...e um medo que gelava os ossos como eu nunca havia sentido na vida.
Não sei de onde veio uma força, mais eu não entrei em pânico e não chorei. Apenas fazia o que eles diziam que era pra fazer e procurava falar com calma o que era perguntado...tudo isso por causa do meu filho. Eu temia que ele se assustasse e começasse a chorar, e isso deixasse os assaltantes mais nervosos ainda. Mas como um passe de mágica meu filho pegou no sono dormiu a noite toda. Levei ele pro meu quarto e eles deixaram que eu ficasse lá com ele. Fiquei em oração o tempo inteiro! Só ouvia eles torturando o meu marido para que ele fizesse o que estava sendo mandado e depois levaram ele para o quarto também. E lá ficamos nós três em cima da cama de mãos dadas enquanto os marginais reviravam nossa casa e um deles ficava na porta do quarto com uma pistola automática apontada pra nós.  Parece filme de terror né? Calma que vai piorar...
No outro dia, dois dos três marginais mandaram eu preparar a mala do meu filho com leite, fraldas e mais o que ele precisasse. E nos levaram de carro, com a minha cabeça tampada para que eu não visse onde estávamos indo. Aquele carro correu de uma maneira que eu gelava, e meu filho acordado observava tudo quieto. Quando eles pararam, senti que eu ia desmaiar de tão nervosa...mandaram eu descer do carro depressa e entramos em uma mata fechada. E lá ficamos até eles terem a certeza que tudo tinha acontecido como planejado. O outro marginal ficou com meu marido e o acompanhou até a empresa onde ele trabalha para pegar o dinheiro. Quando isso aconteceu ele ligou para esses dois que estavam comigo e eles me liberaram. Eles simplesmente viraram as costas e me deixaram sozinha com um bebê no meio do mata. Só me orientaram que era para caminhar em uma certa direção. E assim eu fiz, e só neste momento chorei. Caminhei até chegar em uma estradinha de asfalto com mata fechada dos dois lados.  Meu Deus!  Que lugar é esse!! Pensava. Caminhei e nada de avistar uma casinha e  nenhum sinal de vida. Até quando eu gritei e chegou a ecoar no meio daquele mato...Meu Deus me ajuda! E nessa hora, ouvi o barulho de um carro se aproximando. Quando olhei para trás era um rapaz em um carro branco que exitou em parar por medo também. Mas logo viu meu desespero e parou. Um anjo enviado por Deus! Um alívio pois vi nos olhos dele que era uma pessoa de bem. Os olhos meu amigos, esses não mentem mesmo. E ele me tirou daquele lugar e nos colocou em segurança.


Aí vocês me perguntam...como eu fiquei depois dessa experiência?
Bom, no começo fiquei mal como qualquer pessoa. Fiquei triste, me perguntando porque atraí essa situação pra minha vida. Meio perdida e sem saber o que fazer. Pois a sensação de passar por uma situação dessa são várias... medo, humilhação, raiva, insegurança, impotência...

Mas resolvi contar o que aconteceu, pois eu não enlouqueci. E acredito que sim, eu superei tudo isso e hoje levo a minha vida com normalidade. Resolvi escrever pois quero contar como eu consegui encontrar meu equilíbrio novamente, e quem sabe isso possa ajudar outras pessoas que passaram por situações traumáticas a encontrarem seu equilíbrio também. Mas saliento que não sou melhor do que ninguém...nem pior... sou apenas uma pessoa comum, que conseguiu superar um trauma e se dispõe a contar como fez.


Aceitação
Um dos pontos principais é não se culpar. Atraí essa situação pra minha vida sim, por alguma razão que desconheço. Não quero saber o porquê, mas sei que tenho minha responsabilidade no processo e aceito isso com tranquilidade. Nós temos uma visão muito limitada da multidimensionalidade, e vamos entender o porque das coisas só mais adiante. Agora, eu tenho consciência que não tenho esse entendimento, mas terei um dia, quem sabe...

Mudanças
Uma das coisas que me ajudaram muito foi ter mudado de ambiente. Depois do que aconteceu fomos morar em um apartamento, e essa mudança ajudou muito na cura. Mas as pessoas que não podem se mudar e tem que conviver com o "cenário", sugiro fazer pequenas mudanças. Uma reforma, uma pintura, mudar os móveis de lugar se for o caso, objetos de decoração novos...tudo isso ajuda a desconstruir o antigo ambiente. E uma limpeza energética com limão, para apagar registros de sofrimento é bem vindo.

O Reiki
Outro ponto que foi fundamental para o processo de cura na minha vida foi o Reiki. Hoje eu sou apaixonada por Reiki e me tornei Reikiana  graças a experiencia maravilhosa que tive. Foi como recarregar as baterias, para ter ânimo e vontade de viver novamente. Foi fundamental para que eu pudesse me harmonizar e me equilibrar.  Fiz várias sessões de Reiki! Hoje me auto aplico, aplico no meu filho e no meu marido. Amo Reiki e indico sem medo para quem está passando por qualquer processo difícil na vida.

Florais
Um floral que é maravilhoso para esse tipo de situação é o Rescue. Fiz o uso dele no momento inicial, quando eu estava bem nervosa...e foi muito bom. Ele ajuda a resgatar a pessoa para seu centro novamente. 

EFT - Acumpultura emocional sem agulhas
Outra maravilha que indico é a EFT. A EFT ajuda a dissolver esses sentimentos que ficam depois que passamos por situações traumáticas. A primeira coisa a fazer é sentar em um lugar bem tranquilo e escrever em um papel qual o sentimento que essa situação te traz. Por mais doloroso que seja, é importante mexer nisso para curar. E quando o sentimento vier, escreva em um papel e dê um grau de intensidade de 1 a 10. Depois de aplicar EFT,veja o que sente. Volte a fazer se for preciso, veja se vem outros sentimentos e vá aplicando EFT em todos. É maravilhoso e o resultado sentimos na hora.
Volta e meia quando algum sentimento vem...lá vou eu fazer EFT. Para quem não conhece a técnica, tem uma gavetinha aqui no blog explicando direitinho. Mas depois eu quero fazer um post para explicar como eu faço o EFT neste caso. Aguarde!

Visualização
Essa visualização eu não li em lugar nenhum, simplesmente intuí e sempre faço. Quando aqueles flash backs vem a mente, eu imagino como se aquilo estivesse impresso em uma folha de papel, amasso e deixo virar uma bolinha bem pequenininha e jogo em uma fogueira. Reduzo o tamanho do acontecido na minha mente. Não vou e não quero tornar esse acontecimento algo grandioso na minha vida. Não!!! Foi apenas um pequeno trecho ruim de um bom caminho.

Meditação
Algumas pessoas julgam muito difícil meditar...eu também achava. Mas depois que descobri o site "Feliz com você", tudo mudou. Comecei a experimentar a meditação na minha vida a alguns meses e o resultado é tão maravilhoso que nem sei descrever. A Amanda, dona do site, criou um projeto de 365 meditações diárias e gratuitas! Ou seja, todo o santo dia, a 1 ano, ela posta no Youtube uma meditação com visualização para aquele dia. É só fazer! A frase..."todas as respostas estão dentro de você é só silenciar e ouvir" é uma grande verdade! Basta fazer silêncio que tudo flui, nossa energia melhora, nossa vida melhora. Experimente! Vale muito a pena! 

Gratidão
É fundamental o cultivo da gratidão pois ela nos faz olhar o lado bom de tudo. Ser grata por estar viva e sairmos ilesos...é mais importante do que qualquer coisa. Hoje sou uma pessoa muito mais grata do que eu era antes do ocorrido. Não sei explicar mas durante todo o processo, apesar do medo...lá no fundo eu tinha uma certeza de que tudo acabaria bem. Senti que eu estava sendo amparada de alguma forma. As reações que meu filho teve, foi a prova de que algo grandioso estava ali comigo me amparando. Ele dormiu, ele não chorou...aliás ele gargalhou muito quando eu corria desesperadamente no meio do mata. Lembro daquele ar gelado, das folhas secas e a gargalhada do meu filho ecoando com o "galope" que fazíamos ao correr...e o alívio quando vi o homem que nos ajudou a sair dali, chegar. E é só isso que quero lembrar, só isso. Confesso que as vezes o outro lado da história, o lado negativo, fica batendo na porta pedindo para entrar. As vezes quase entra...mas não deixo! A escolha está na minha mão de como olhar para essa situação. Escolho olhar o lado positivo que sempre tem....por mais difícil que seja, sempre tem. A vida realmente é 10% do que acontece com a gente e 90% como reagimos. Sinto na pele isso todo o dia.

Maus momentos todos vamos ter na vida...
Cabe a nós como vamos reagir a eles. Eu escolho transformar o que aconteceu  em algo pequeno, bem pequeno. Como eu disse...apenas um pequenino trecho ruim de um bom caminho. 

Espero, de coração, que esse post possa ajudar muitas pessoas que passaram por situações semelhantes a voltarem ao seu equilíbrio. Que possam dar um novo significado para o que aconteceu...e seguir suas vidas... em paz.

Beijos cheios de afeto...


Sheila Costa
do blog Passarinhos no Telhado

Tags: superando traumas, estresse pos traumatico, assalto, sequestro, violência, superação, tept


17 comentários :

  1. Olá Sheila!
    Deus estava ao lado da sua família a cada momento do seus tormento, do contrário não sobreviveriam e saíram porque a casa de vocês é abençoada por Ele e guardada a sete chaves por sete Anjos de Pureza que irão protegê-los sempre onde vocês estiverem.
    Deus abençoe as famílias.
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  2. Sheila, sou uma pessoa bastante assertiva hoje, graças a varias terapias orientais, o reiki me ajudou a sair de um casamento que quase me destruiu, me sentia um lixo, um nada, mas depois disso, tive a coragem de sair de SP com filhos gemeos (7 anos) malas e vim para Joao Pessoa, onde fiz concurso para a UFPB e passei para professora universitaria e nossa vida mudoooou. Parabéns pelo aprendizado, pela transformação e acredito que essas coisas acontecem em nossas vidas pra gente dar uma guinada e valorizar coisas tão minusculas que existem ao nosso lado, bjs

    ResponderExcluir
  3. Muitas vezes achamos que não teremos força......mas Deus nos faz forte, só que não sabemos o quanto. Vc é uma luz de Deus.
    Parabéns dividir sua experiencia.
    Bjus.....Deus sempre no comando.

    ResponderExcluir
  4. Sempre que lembro do ocorrido com vcs oro por sua cura e livramento de todos os males
    Maravilhosas dicas e o compartilhamento é de serviço público e amigo amiga
    Sou sua fã

    ResponderExcluir
  5. oi Sheila,

    nossa sei bem o que passou,
    já aconteceu algo parecido comigo e tinha os dois filhos pequenos,
    demorou para eu superar,mas passou,era bem nova e não entendia o porque de nada,mas o tempo foi um consolador e tanto...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada Sheila, muito obrigada, você me emocionou: por sua coragem, por você compartilhar conosco esta passagem de sua vida, tão intima.... Obrigada pela troca e você teve uma experiência muito linda com o Divino com certeza, assim como eu estou tendo para enfrentar meu momento e CRESCER...beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  7. Só mais uma coisinha... Sheila, na passagem que você conta de você correndo chorando e seu filho gargalhando...com certeza ele estava vendo os anjos, para mim isso é realmente CERTEZA. Beijo e espero de coração que teu marido também tenha superado.

    ResponderExcluir
  8. Querida passarinha, estou sem palavras... nem consigo pensar nesse terror mesmo. Mas Deus é PAI. Olha, acabei de te enviar um e-mail, gostaria que lesse porque preciso da sua opinião que é valiosa pra mim!
    Beijos! vy

    ResponderExcluir
  9. Sheila,
    Que bom que compartilhou com todo mundo, isso faz as pessoas verem que apesar de coisas ruins, o mundo é um lugar bom. E realmente as coisas ruins sempre querem voltar, mas cabe a nós permitir ou não. As dicas de superação estão ótimas também. Pra levar pra vida.

    Um beijo em sua linda família.

    ResponderExcluir
  10. Oi Sheila, nunca passei por estes momentos e quando li sobre as reações do teu filho fiquei mais convicta de que existe uma força maior, que protege, nos ampara e nos tranquiliza.Tenho certeza absoluta que não deve ser fácil, mas te admiro por compartilhar.Bjs
    http://minhaminimansao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Gratidão por compartilhar! chorei lendo o texto e imaginando a cena,Deus está conosco o tempo todo. suas palavras me fortalecem!

    ResponderExcluir
  12. Sheila querida,
    estou sem palavras,é uma situação inimaginável... mas neste mundo imperfeito em que vivemos, tudo pode acontecer de bom ou infelizmente de ruim e triste...A certeza é que a proteção de Deus esteve e está sempre com você e tua familia, o comportamento tranquilo do teu filhinho neste triste evento é a maior prova. Obrigada por compartilhar e pelas dicas de superação,pois são lições preciosas para todas nós... muita luz, muito amor e muita paz para voce e sua familia..
    beijo carinhoso...

    ResponderExcluir
  13. Oi Sheila querida!
    Sentia que tinha acontecido algo, mas a gente nunca consegue adivinhar, nem de perto! esta tua postagem com certeza ajuda a todas nós, que de uma forma ou outra também tivemos, temos ou teremos momentos difíceis para superar. Só assim para a nossa fé ficar cada vez maior...um beijo no teu coração!

    ResponderExcluir
  14. É Sheila, a vida tem seus percalços e são exatamente para crescermos internamente e desenvolvermos uma melhor consciência do mundo e de nós mesmos. Já passei por traumas difíceis também, e o mais interessante é que fiz uso de todas as ajudas que você menciona, inclusive me tornei Reikiana também. Mas como você sai bem melhor e maior, mais forte e mais verdadeira destes "trechos ruins de um bom caminho" ( adorei isto).
    Achei muito legal vc compartilhar. Que Deus te fortaleça em sua fé coragem e esperança...
    É vida que segue e o futuro sempre será maravilhoso.
    Um beijo em seu coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Sheila! Muito bom msmo saber q vc superou esse trauma. Sempre tinha vontade d perguntar como vc está, mas faltava um pouco d coragem ou sobrava um certo medo de tocar nessa ferida. Vc utilizou ferramentas externas pra essa superação que com certeza de gde valor. Mas, o que realmente a libertou foi o seu desapego do sofrimento, o seu perdão, sua gratidão e o seu amor pela vida... O êxito disso tudo não se mede pelo caminho vc passou, mas sim pelo que vc está fazendo com tudo que passou. Parabéns amiga!
      Bjs no seu coração...

      Excluir
  15. Experiência de superação!! Vc passou. Siga feliz,amiga!!

    ResponderExcluir
  16. Eu sempre pouso por aqui... Scheila que Deus te dê toda força para superar, perdoar e esquecer, Siga!!!
    Obrigada por compartilhar.
    Beijo.

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...