Pesquisar este blog

Tradutor

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Sobre a amargura


"As pessoas preferem fazer mil e uma coisas a voltar para casa. Se estão amarguradas, jogam a responsabilidade nos outros. Há mil e uma desculpas. Elas sempre podem ser encontradas, estão sempre disponíveis. Se não as encontra, inventa. Mas nenhuma desculpa vai ajudar, ela simplesmente prolonga ainda mais a amargura. Não há desculpa para a amargura – e a verdade é que você está muito, muito longe de seu ser.
Por isso, sempre que estiver amargurado, entre em meditação: fique em silêncio, observe sua amargura – torne-se testemunha dela, não se identifique com ela, e você ficará surpreso com o fato de que, quanto mais a observar, menor ela ficará. E, quando estiver perfeitamente vigilante, ela simplesmente desaparecerá, como se nunca tivesse existido. Não restará nenhum traço. De repente você verá que a mesma energia que estava se tornando sua amargura se transformou numa bênção. Você chegou em casa."

Osho
imagemdaqui

3 comentários :

  1. OSHO adoroooo... é certeza de lucidez o que ele diz...
    Beijinhos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  2. Acho a amargura um sentimento escuro, feio e precisamos realmente encará-la e colocá-la em seu devido lugar, fora de nós...
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Sempre busco a alternativa da meditação. Resolve.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...