Pesquisar este blog

Tradutor

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Ah...se eu pudesse viver de novo a minha vida...


"Se eu pudesse viver de novo a minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros.
Relaxaria mais.
Seria mais tolo ainda do que tenho sido.
Bem poucas coisas levaria a sério.
Contemplaria mais entardeceres, começaria a andar descalço no começo da Primavera até o fim de Outono.
Porque, se não sabem, disto é feita a vida, só de momentos...
Não percam o AGORA!"

Jorge Luis Borges
imagemdaqui


Jorge Luís Borges só viu direito depois que a velhice o cegou. “Se eu pudesse de novo viver a minha vida...”: é assim que ele inicia o seu lindo texto-testamento, confessando que naquele momento deixava para trás tudo aquilo que um dia soubera como sabedoria. Agora, na velhice, chegava o momento de uma nova sabedoria.
( Trecho da Crônica "Alegria" de Rubem Alves)


6 comentários :

  1. Oi Sheila,
    Amo esse texto do Borges. É uma das reflexões mais lindas que já li. E ela fortalece aquela máxima que alguém disse: "A sabedoria chega quando não precisamos mais dela". É fato.
    Bem, fiquei muito feliz com sua visita ao Mundo Encantado. Será sempre muito bem-vinda! E o meu blog antigo continua, firme e forte! Portanto, a Senhora terá que visitar dois agora! Rsrsrs
    Beijo virtual no seu lindo filhote e que Deus o cubra de bençãos.
    Beijão e um lindo fim de semana.
    Ju

    ResponderExcluir
  2. Lindo este post, não sabia que ele tinha ficado cego.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Há quanto tempo Sheila!
    Mas a gente sempre se encontra e vi do seu tempo tão escasso para o blog e seu bebé! Olhe o que diz J:L: Borges, o tempo passa e fica-se com saudades do que podia fazer mas...não dá mais
    Parabéns pelo seu nenem muitas felicidades

    ResponderExcluir
  4. Amiga Sheila, amo Jorge Luis Borges, aliás, gosto de muitos poetas, mas três estão na frente dos demais. São Eles Mario Quintana, Fernando Pessoa e Jorge Luis Borges. Sei que Quintana não é o maior a nível mundial, mas eu o amo, além do lirismo singular, talvez por ficado muitas vezes próximo a ele, por te-lo visto muitas vezes. Quanto a Pessoa e Borges dispensam comentários.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Que verdade, entao vamos aprender com os outros e viver cada momento agora.
    Bjs.....

    ResponderExcluir
  6. Lindo Minha Querida!!!
    Obrigada pelo Carinho

    Um Super Beijo da sua Amiga que te gosta DEMAIS!
    Andrea

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...