Pesquise no blog:

Carregando...

Tradutor

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Desarme-se...


"Não é possível que as pessoas sigam sendo tão maldosas e ariscas, sempre alfinetando os outros, sempre interpretando erroneamente os bons atos e cultivando um complexo de perseguição que mina as relações. Ninguém mais acredita em ninguém, ninguém confia, todos vivem com a faca entre os dentes, temendo passar por otários. E é o que acabam sendo. Se tivessem uma visão um pouco mais pacifista, iriam facilitar muito as relações humanas. Esperar o melhor dos outros é uma atitude contagiante, mas, infelizmente, esperar o pior também é. E fica essa guerra de nervos no ar." 

Martha Medeiros
Imagem daqui

----------------------------------------

Este pequeno trecho da Martha Medeiros me fez refletir sobre as relações humanas, mas em particular as das "redes sociais". Estamos sempre esperando o pior dos outros...e qualquer coisa, interpretamos como uma indireta mal intencionada. Muitas vezes a pessoa nem lembra da nossa existência e nós ali, incomodados, achando que o mundo gira ao redor do nosso umbigo. 
E essas interpretações equivocadas minam muitas relações!
Acredito que isso se deve ao fato de vivermos armados, esperando o pior, sempre prontos para revidar e atacar. E quando esperamos o pior...ele vem! E quando não vem...fazemos vir!
Portanto...desarme-se!  
Um olhar pacífico para a vida...essa é a proposta! :) 

Paz e luz!

10 comentários :

  1. Amei cotovia.
    Passei por comentários e indisposições desse tipo no blog e no convívio diário tenho me deparado muito com essas interpretações, leituras equivocadas, criação de correlações e intenções inexistentes.
    Sem nóias, com paz no coração, olhar, palavras e ações. Oxalá!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da tua colocação diante do texto, também acontece comigo, infelizmente é algo tão remoto que por vezes me vejo sempre armada ou me escondendo... no fim não sei de quem...

    ResponderExcluir
  3. Muito bom texto de Martha Medeiros
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Isso é verdade. Parece que desde cedo aprendemos que temos que estar sempre prontos pra batalha, daí começasmos a nos armar e a deixar de simplificar as coisas, pelo contrário passamos a tornar tudo mais pesado e complicado. Por esse motivo é que vemos a falta que faz ser criança, pois elas sempre sabem simplificar e encontrar as coisas boas da vida.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns por reflexão, adorei! Feliz 2013! Bjs,

    ResponderExcluir
  6. Querida Sheila! bem isso aí, esperar o melhor ou como diz nossa Fernanda, das borboletas, fazer um caminho novo, mudar o nosso pensamento. É um exercício diário de todos nós...amei! beijos e até mais!

    ResponderExcluir
  7. Sheila, é verdade.Precisamos nos desarmar.Um lindo ano.bjs

    ResponderExcluir
  8. Fato!! A desilusão, frustração faz com que as pessoas deem o que tem.

    ResponderExcluir
  9. Sheila,
    Concordo com você estamos sempre armados mesmo, e o mais triste de tudo isso é que as pessoas que mais sofrem com isso somos nós mesmos.... tem uma frase que diz algo parecido,sentir raiva do outro é o mesmo que pegar um pedaço de brasa quente para tacar no outro, é sempre a gente que acaba se queimando primeiro.
    Um beijo.

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...