Tradutor

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Cuidado com as pessoas dramáticas!



Cuidado com as pessoas dramáticas que cultivam as desgraças e conseqüentemente colhem as desgraças. 
Elas gostam de curtir dramas com isso vivem na ansiedade, na aflição, no medo, etc. Estão sempre envolvidas com os dramas alheios, tomando partido e complicando a própria vida. 
Uma das características das pessoas de bem é a indiferença a tudo que é dramático. Por isso, são chamados de indiferentes e frios pelas pessoas vitimescas e dramáticas. Elas confundem equilíbrio emocional com frieza.
Quem é dramático já espera o pior, e essa certeza do pior faz acontecê-lo em sua vida.
Vacine-se contra esse mal. Use o bom humor, aprenda a rir da vida. 
Discipline as suas observações. 
Cheque várias vezes antes e assumir uma opinião. 
Conte suas histórias com um certo rigor aos fatos, cuidando sempre para que você não se coloque em posição do “pobre de mim.” 

Luiz Gasparetto
Extraído do livro "Faça dar Certo"
Imagem Google

-------------------------------------------------------------------





E quem não faz um drama as vezes né?
Se eu não me controlar...pronto...transformo qualquer música em Ópera...como diz o Gasparetto...rssss
Mas hoje, tenho consciência de que isso não ajuda em nada e tento manter o controle.
Mas existem pessoas que transformam coisas pequenas, bem pequenas, em grandes tempestades.
E isso é cansativo, chato e soa como imaturidade...
Então amigos, a minha proposta é rever algumas coisas...
Será que não estamos fazendo um drama desnecessário? hã?
Será que não estamos querendo parecer coitados, vítimas injustiçadas, ou querendo chamar a atenção dos outros?
Proponho rever nossas atitudes para não entrar nessa! 
E quando percebermos que estamos querendo transformar uma situação em drama vamos dizer a nós mesmos: menos amiga(o)...menos...
Que tal?

Desejo a todos um ótimo final de semana
Cheio de paz, harmonia e reflexão...

12 comentários :

  1. e como esta cheio de pessoas assim , sem esquecer que todos gostamos de um chamego e as vezes somos dramáticos para conseguir isto do outro, mais temos que ficar atentos pois nos tornamos pessoas chatas,
    que bom este texto hoje vou pensar muito em mudanças ,
    forte abraço
    elisa

    ResponderExcluir
  2. Acho que todos nós temos nossos momentos de dramas... assim como as outras sensações que passam por nós, um drama, lógico que com certo equilíbrio, se faz necessário...
    Um grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. Acredito que há momentos na vida que não há como ser dramáticos, como a perda de um ente querido, eu perdi recentemente e tive que escutar de uma amiga que de todos os assuntos eu só puxava o assunto de minha filha, para ela posso ter parecido dramática sim mas que mãe não fala sobre o próprio filho? que mãe passa por isso sem que fique dramática...já pessimista estou longe de ser, tanto que estou aqui, olhando para frente e conversando e passeando após a perda...Acho que ser dramático ou não depende do ponto de vista de quem, e de quando, já pessoas negativas concordo plenamente de fugirmos para bem longe delas. Como sempre seu blog com lindas mensagens.
    Abraço Tatiana

    ResponderExcluir
  4. Adorei Sheila...vou lembrar - menos Cláudia, menos...beijos e mais uma vez obrigada pela dica do navegador...bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  5. É mesmo Minha Amiga!
    Essa postagem caiu como uma luva pra mim
    As vezes eu faço drama
    Hoje por exemplo eu fiz rsrsrsrssrs
    Todo mundo viajou, menos nós buááááááááá
    Temos comercio e temos que trabalhar
    Sei que .....
    Precisamos viver todos os momentos intensamente
    Mesmo "Embaducado" dentro de casa.
    Joguei X-Box com o meu filho, tomamos gelinho e rimos bastante
    MAIS EU PRECISO SAIR UM POUCO, se não eu vou PIRAR
    (Isso foi um desabafo)


    Beijos Flor
    Andrea

    ResponderExcluir
  6. Tô precisando de colo
    Bem que a gente podia ser vizinhas


    Beijos
    Andrea

    ResponderExcluir
  7. As pessoas dramáticas levam tudo muito a sério, o drama está com ela o tempo todo. Sheila tem post novo lá no blog, beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/2013/01/pichadores-x-grafite.html

    ResponderExcluir
  8. Boa-tarde!
    O meu nome é Rita Lavoyer.
    Sou da cidade de Araçatuba.

    Sou blogueira e membro da Cia dos blogueiros. Também seguidora deste blog.

    Há um projeto na Cia dos blogueiros, que pretende reunir o maior número possível de pessoas para compor um poema. Por isso o nome "O maior poema"

    Estamos convidando todas as pessoas que têm blogs,

    Para acessar a Cia dos blogueiros o endereço é:
    www.ciadosblogueiros.blogspot.com

    ou no meu blog também encontrarão informações de como participar.
    www.ritalavoyer.blogspot.com

    Inscreva-se! Participe!
    Muito obrigada. Muito obrigada. Muito obrigada!
    Rita Lavoyer

    ResponderExcluir
  9. É, fugir de pessoas assim, garanto, por experiência, deixa a vida SUPER leve!

    Bjs e ótimo fim d semana!

    Luiza Mallmann
    decorarsustentavel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Sheila, acho que você falou tudo no final! Eu também as vezes me vendo fazendo uma ópera, hehe, mas tento me controlar e pensar no que realmente é importante!
    Adorei o tema!
    Beijos e um ótimo final de semana em sua casa!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  11. Há momentos na vida em que nos deixamos levar pela sensibilidade!
    O problema não é o drama que fizemos, mas os motivos que levam a fazê-lo.

    Obrigado pelas dicas!

    Abraços!

    adroaldo16.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Sheila!
    Ótimo conselho!!! VALEU!!!
    Que tenhas uma linda semana!!!
    Bjs no coração.

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...