Pesquisar este blog

Tradutor

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Uma pausa para reflexão antes que 2013 chegue...


Olá amigos!!!
O Ano está quase acabando...


E antes da virada...proponho uma pausa para reflexão, para entrarmos em 2013 com o pé direito.
Poderia dar dicas para atrair sorte, simpatias e tudo mais...
Mas como vou fazer isso, se sinceramente, não acredito que qualquer coisa nova possa ser atraída, se continuarmos com os velhos padrões pensênicos...
Por isso amigos, antes de qualquer simpatia, banho e limpeza no ambiente...vamos refletir sobre duas coisas que, se entendidas, podem fazer mudanças significativas em nossas vidas: merecimento e perdão.


Merecimento
Se eu não me considero um ser merecedor de coisas boas, não tem jeito... atrairei aquilo que julgo merecer, mesmo que inconscientemente. 
Quando as religiões dizem que só a caridade liberta, é porque liberta mesmo. Quando fazemos algo bom a alguém...passamos a nos considerar merecedores. E aí tudo muda! Observe e reflita sobre isso! 
Não estou propondo para sermos “falsos bondosos”, fazendo caridade para ganhar algo em troca...não é isso! Estou apenas propondo um reflexão sobre a mecânica do processo. Pois não adianta nos auto-enganarmos! Se fizermos algo pensando em recompensa, no fundo sabemos que isso não é legal...e de nada vai adiantar o gesto. As intenções falam mais alto pois “energia não mente”.
Que a compaixão e o prazer em ajudar venha antes de qualquer coisa!

Para entender melhor sobre esse assunto "merecimento"... proponho a leitura desses posts:



Perdão
O perdão também faz parte do processo para nos “considerarmos merecedores”. 
É como diz Rubem Alves:
"Pois o perdão, longe de ser um sentimento na alma, é um jeito de pôr um fim às armadilhas do passado...O passado é sempre uma gaiola.
É preciso esquecer para desatar os nós que, no passado amarramos para toda eternidade. Grande perdão, grande esquecimento. Podemos voar de novo, livres..."
O perdão é como uma tesoura que corta os vínculos energéticos com pessoas e situações que nos causaram sofrimento. 
Por isso, é  muito importante:

- O auto-perdão: não tem como prever o futuro, e muitas vezes, só temos consciência da dimensão do nosso gesto quando nos deparamos com o resultado. Não adianta nos culparmos e nos martirizamos pelo que está feito. Tenha consciência de que você fez o melhor, com os recursos e experiência de vida que tinha naquele momento. Talvez "hoje" fizesse diferente... mas hoje você é uma pessoa diferente do que era.
- Perdoar os outros: as pessoas são o que "sabem ser". Se elas não são pessoas melhores, com gestos nobres e equilibrados é porque ainda não sabem agir com nobreza e equilíbrio. Parece tão simples, mas se pararmos para pensar e analisar é simples mesmo.
- Perdoarmos o Universo: muitas vezes as coisas não são como gostaríamos. A vida não dança conforme nossa música...e entender e aceitar isso é fundamental para encontrarmos a paz. 

Para entender melhor sobre esse assunto "perdão"... proponho a leitura desses posts:


Espero que vocês tenham gostado da pausa e da leitura! 
Agora sim, depois dessa reflexão e auto análise...podemos fazer:


e colocar a roupa da cor do Ano Novo, amarrar fitinha vermelha no pulso, comer lentilha, dar pulinhos com o pé direito e tudo mais...que as chances das coisas mudarem em 2013 serão grandes! hã! :)



Feliz 2013 amigos! 
Que seja o ano das realizações e vitórias!
E declare-se merecedor!
Somos merecedores de tudo de bom que o Universo tem a oferecer!
Lembre-se disso!
beijos festivos...

Sheila Costa
do blog Passarinhos no Telhado
imagens google

-------------------------------------------
Atendendo a pedidos...
Um "ovo presente dourado" para vocês enfeitarem seus blogs!
Espero que gostem :)





Lembre-se: para copiar os códigos é só marcar
com o botão esquerdo do mouse e usar as teclas
Ctrl+C para copiar

É criação minha, não altere nada se for levar, ok! obrigada! 

Bem melhor que invejar...



quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Quer ter uma família unida?




Aceite as diferenças e aprenda a respeitar as opiniões dos outros.
Isso garante uma união muito mais verdadeira e feliz entre as pessoas!

Você se preocupa com a sua família? Quer mantê-la unida? Faz de tudo para que a paz seja uma constante entre seus entes queridos? Pois é, pessoal, para que essa harmonia esteja presente, é necessário aprender o verdadeiro significado da família.

Muitas pessoas pensam que a família se resume a laços de sangue... Mas isso é o que menos importa! Há também quem acredite que, em um grupo familiar, todos os componentes devem ter os mesmos valores e seguir os mesmos caminhos. Nada a ver... Claro que é possível haver afinidade entre os membros, mas ninguém é igual a ninguém dentro da mesma família. É preciso, acima de tudo, aceitar as diferenças entre todos.

E aceitar as diferenças significa ter compreensão, abertura e diálogo. Quando não aceitamos algo, é comum que a gente queira impor um modelo. Sem perceber, nos esforçamos para que nossos filhos, por exemplo, adotem condutas que estejam de acordo com a nossa visão de mundo. Sim, devemos orientá-los, mas muitos pais estabelecem um modelo rígido de educação. Resultado: é um tal de filho mentir pra pai e mãe... Triste, não?

É impressionante como as pessoas não aceitam as diferenças. Nós nos fechamos tanto em nossas vidas, nos próprios valores e verdades, que não toleramos sequer uma ideia oposta à nossa. Tente incorporar a seguinte linha de raciocínio:

"A cabeça daquela pessoa é assim e eu respeito. Ela pode me contar tudo, que eu não me choco nem critico. Não sou juiz: sou amiga".

Agir assim favorece o diálogo e a paz. Se, por outro lado, você condena, o outro se afasta - e não só na família, mas em qualquer relação. E não adianta a mãe vir com aquelas frases: "Te amo, quero o teu bem. Portanto, faça isso ou aquilo". Reflita comigo: será que esse bem é realmente o bem do filho?

Vamos lá, aposte na flexibilidade. Sem ela, os laços se rompem. Com ela, os laços se estreitam. Ou aceitamos as diferenças - e aprendemos a conviver com elas - ou não convivemos com ninguém. Pare de brigar com a realidade! Você sofre, se debate e se desgasta, principalmente quando não consegue se controlar. Aí, a raiva, o aborrecimento e a preocupação entram em cena. Deixe de querer mudar o outro. Isso é um verdadeiro desrespeito com você mesma.

O importante é ter paz e equilíbrio. Dois filhos podem ser muito amigos, mas outros podem se dar bem apenas com amigos de fora da família. As relações dentro do lar vão se estabelecer como podem e não como imaginamos ser o ideal. Aliás, não existe família ideal - há, sim, famílias de verdade, como a sua! Então, aceite a individualidade de cada um.

Aliás, preste atenção: sentimento de família é elo humano. Não está restrito aos filhos, maridos, avós, primos etc. Está na esfera social. E quando você souber aceitar as diferenças, os valores e as vontades das pessoas, conquistará uma atitude mais fraternal. É como aquela pessoa que, mesmo sem fazer nada, recebe mil beijos e abraços. O segredo desse carisma? Abertura. Pratique isso dentro da sua família e garanta a união! Pratique-a em todos os lugares, e você viverá cercada de amigos. 


Por Luiz Gasparetto
Imagem daqui

--------------------------------

É amigos...as vezes o nosso maior desafio está dentro de casa mesmo!
Acredito verdadeiramente nisso: que a união familiar somente vai existir quando "aceitarmos" os outros como eles são...não existe outra maneira. 
E essa aceitação tem que vir do coração, tem que vir de dentro...é energético mesmo...pois energia fala mais que palavras. As pessoas "sentem" quando não são aceitas.
Se você tem alguma diferença com algum familiar...toda vez que pensar nessa pessoa mentalize a seguinte frase: "eu te aceito como você é". E você verá que uma ponte energética começa a ser construída  e essa energia de aceitação acaba atingindo o outro e a mudança na relação é natural. 
Comece por você! Dê o primeiro passo!
Não adianta amigos...
A única pessoas que podemos mudar nessa vida é nós mesmos (e olha que muitas vezes é bem difícil né?!)  Então vamos aceitar os outros como eles são, por mais difícil que seja. 
De que vale tanto orgulho? hã? Se a vida se desfaz com um sopro...

Lembre-se desse pensamento de Osho:

"O julgamento é feio - ele fere as pessoas. Por um lado, você vai machucando, ferindo-as; e por outro lado, você quer o amor delas, seu respeito. Isso é impossível. Ame-as, aceite-as e, talvez, seu amor e respeito possam ajudá-las a mudar muitas de suas fraquezas, muitas de suas falhas - porque o amor lhes dará uma nova energia, um novo significado, uma nova força. O amor lhes dará novas raízes para se erguerem contra os ventos fortes, um sol quente, a chuva forte."

Beijos cheios de paz!

Sheila Costa 
do blog Passarinhos no Telhado

O apego às coisas...


"Como você abandona o apego às coisas?
Não adianta tentar. É impossível.
O apego às coisas cai por si mesmo quando você já não procura encontrar-se nelas."

Alan Watts
imagem daqui

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Flor do dia


“Eu estou lhe ensinando a olhar de frente para esses padrões que limitam a sua expansão. Não temas o mal - olhe de frente para ele. É assim que você desprograma esse padrão, e liberta a culpa que está no seu DNA. Você somente se liberta quando compreende a estupidez desse jogo. Mas, como a compreensão vai se manifestar? Quando você se mover em direção àquilo que está te incomodando; quando estiver disposto a conhecer e entender. O autoconhecimento abre as portas para a suprema compreensão que te liberta. Mas, ela somente te visita quando você se permite conhecer." 

Sri Prem Baba
Imagem : flor verbena

E assim é a vida...


"Compreenda que libertar na medida certa é sabedoria e não abandono. Querer que alguém pense como você é desrespeitar a natureza do outro. Pela Lei da Afinidade, sempre que você forçar ou impuser algo a alguém, surgirão pessoas e situações impondo a você também coisas na mesma proporção." 

Cris Cairo- A Lei da Afinidade
Imagem daqui

Cistite na Linguagem do Corpo



Significa que a pessoa está inflamada em suas emoções, devido a acontecimentos que ela não consegue mudar e que a estão forçando a segurar o que precisa soltar.
Para ela, a dor de ter de soltar o que não quer perder, ou o medo de continuar, a faz sentir fortes dores quando solta a urina.
Observe o seu comportamento: Você está seguro do que está fazendo? Será que não está perdendo o respeito próprio, porque está apegado a velhos e antigos pesadelos? Pense nisso!
Seja como for, volte à sua personalidade original. Não esconda de si mesmo a coragem de largar o passado ou um aborrecimento atual. Deixe o mundo girar!
Seu sofrimento está sendo gerado por seus próprios pensamentos inflamados. Você não é obrigado a continuar chateado com o que está acontecendo. Tente resolver os problemas da melhor maneira possível e sem atritos, pois seu estado de saúde está exigindo sossego e conforto para o seu coração. Respeite-se e admita que você é responsável pela sua felicidade. Sinta a alegria e a segurança de realizar, com calma, a sua função de receber os problemas, analisá-los e eliminá-los de seu caminho.
Deixe os fatos mudarem e pare de lhes oferecer resistência. Queira conhecer os novos aspectos de sua personalidade.
Para que exigir de certas pessoas aquilo que deseja que elas façam por você? Você já sabe que as suas expectativas serão sempre frustradas enquanto você teimar em não compreender que ninguém deve nada a ninguém. Nós somos responsáveis somente por nós mesmos e ninguém é responsável por mais ninguém. Esperar que as pessoas sejam responsáveis, de alguma forma, por nossas vidas, é pura acomodação.
Pare de buscar aborrecimentos e de se fazer de vítima.

Cris Cairo - Linguagem do Corpo
Leia mais sobre Linguagem do Corpo Aqui
Imagem Open AZ


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Neste Natal dê a você um presente...

imagem daqui

"Cuida permanentemente de teu templo interno... 
Extirpa de teu interior os ressentimentos, a dor, a inveja, a mágoa, a culpa, o sentimento de inferioridade, as preocupações excessivas, o orgulho e a ganância. 
Enfeita teu templo interno com flores que personalizem o amor, a fé e a crença real na vida maior e no Criador. Sê a Luz onde passares e estarás preenchendo nossa Grande Mãe - a Terra - com energias positivas e honrando-a como ela merece". 

Mestre El Morya

Imagem daqui

Sim...é Natal amigos!
E desejo que este momento seja de reflexão e avaliação...
Que não enfeitemos apenas nossas casas...
Mas que possamos enfeitar e cuidar do nosso interior que é o mais importante.
Que não nos preocupemos apenas com o que vamos servir na Ceia...
Mas que possamos alimentar, antes de tudo, bons pensamentos e sentimentos.
Que não nos preocupemos tanto com os presentes...
Mas que possamos nos presentear com uma limpeza interna de tudo o que nos faz mal.
Que este seja um momento de renovação e amor!

Quero desejar a todos um Natal abençoado em todos os sentidos da palavra...

Beijos Natalinos...

Sheila Costa
do blog Passarinhos no Telhado

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Sobre as soluções...


“Nunca olhe para o que não está funcionando. Hoje sabemos que, no mundo, muitas coisas não funcionam como deveriam. Quando olhamos para o que não está funcionando, perdemos energia. Mas quando abordamos cada situação com a atitude de “como eu posso ajudar a fazer isso funcionar”, encontramos as soluções. E mais pessoas ficarão interessadas em participar dessas soluções. Que hoje eu seja a personificação das soluções.” 

Brahma Kumaris
Imagem Boti

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Simplesmente seja tão feliz quanto puder!



Simplesmente seja tão feliz quanto puder!
Não fique pensando nos outros. Se você estiver feliz, sua felicidade ajudará os outros. 
Você não pode ajudar, mas sua felicidade pode.

A felicidade tem as suas próprias maneiras de trabalhar – muito indiretas, muito sutis, femininas. 

Você não fez nada para causar os problemas dos outros. Eles os obtiveram através de muitas existências: portanto, eles é que precisam abandoná-los. 
Simplesmente seja feliz, e a sua felicidade dará coragem aos outros.
Sua felicidade lhes dará impulso, estímulo e desafio. 
Sua felicidade lhes dará alguma ideia do que será quando eles disserem sim.

Isso é tudo...

Osho
Imagem daqui

Sobre a visualização...


"A visualização, ou seja, criar um pensamento ou uma história na mente produz no corpo e no ambiente aquilo que foi pensado. Mesmo que você não se dê conta dos pensamentos passageiros do dia a dia, eles estão interferindo no seu destino ou carma." 

Linguagem do Corpo - A Cura pelo Amor

Leia também: Formas Pensamento

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Dicas para você abençoar o seu lar...

* Sintonize-se com os Seres de Luz. Sinta uma luz branca que desce até sua cabeça e depois até seu coração. Abra seus braços e sinta esta luz se expandir para as mãos. Agora, percorra toda sua casa emitindo energias positivas através de suas mãos, para cada objeto, cada cantinho, cada cômodo. Você pode ir fazendo gestos com as mãos ou sinais sagrados como, por exemplo, o sinal da cruz ou mesmo outro que você sinta que tem como finalidade abençoar. Torne-se sempre consciente da energia que emana de suas mãos e flui para os objetos, móveis, cômodos. Você poderá visualizar que das suas mãos saem poeira de raios coloridos ou estrelinhas luminosas que vão impregnando seu lar de alegria, paz, amorosidade, abundância, enfim, todas aquelas qualidades que você queira impregnar em seu espaço sagrado.Veja cada objeto ou lugar cintilar e o amor do seu coração penetrará em tudo. Não esqueça de materializar isso tudo sempre fazendo movimentos com as mãos, como se você tivesse uma varinha de condão que vai transformando e fazendo mágicas. Veja seus livros, estantes, louças, roupas, lençóis, toalhas, tudo envolvido em amor.

* Quando sua casa recebe muita gente, na hora em que for fazer a limpeza dos ambientes, misture na água um pouco de anil (aquele que nossas avós usavam para clarear as roupas) e limpe o chão com esta água. Ela tem efeito de cor violeta que limpa as energias mais sutis que não são visíveis.

* Quando cozinhar, energize com as mãos a comida que preparar; ela terá uma outra qualidade energética para aqueles que a consumirem.

* Enquanto come seja grata pela presença do divino em cada partícula do alimento.

* Na hora do banho, embeba seu corpo numa luz líquida que pode ser rosa-amor, azul-paz, verde-saúde, violeta-limpeza; enfim, banhe-se na energia das cores que equilibram e alinham seu corpo em todos os níveis.

* Nas suas roupas de cama, coloque essências com aromas suaves ou Pomânderes da Aura-Soma, principalmente o rosa que deixa sua cama com energias amorosas e acalentadoras.

* Uma das coisas que eu gosto de fazer quando começa uma nova estação é espalhar pela casa o elemento predominante daquela estação para que o ambiente fique impregnado daquela energia, como uma saudação de boas-vindas. 
Exemplos:

Na entrada do outono costumo espalhar pelo chão folhas secas que, com suas cores marrom e alaranjada, trazem uma atmosfera de aconchego. Coloco também diversos tipos de grãos, em vidros ou potes, pra decorar e trazer uma ideia de armazenar para o inverno que logo vai chegar. A casa inteira parece que começa a entrar nessa energia.

No começo do inverno encho os ambientes de velas acesas, trazendo assim a energia do calor, do recolhimento e da introspecção. Com isso parece que a casa fica acolhedora, com calor e propicia a seus moradores que também se juntem mais, conversem, leiam, assistam a filmes juntos, bebam bebidas quentes, sopas saborosas, toquem e se aconcheguem uns com os outros. Coloco mantas quentes e acolhedoras nas poltronas, chinelos fofos e quentinhos e edredons coloridos e macios.

Depois vem a primavera e, aqui, quando ela chega, encho a casa de pétalas de rosas, por todo o chão. Seu perfume e as pétalas macias, ao pisar descalça, começam a dar uma sensação de liberdade, renascimento e renovação. Encho os vasos de flores, da cozinha até os banheiros, tiro os objetos e complementos pesados do inverno e a decoração ganha novas roupagens com panos leves, coloridos, suaves e etéricos.

No verão abro bem as janelas e deixo o sol entrar em profusão, a variedade de frutas e sucos aparece em abundância, procuro deixar tudo mais clean e claro, perfumes bem cítricos lembrando limpeza e natureza.

Estas sugestões são só algumas dicas. Deixe sua criatividade solta e impregne seus ambientes com tudo aquilo que vier da sua inspiração. Seja criativa, encha tudo com a sua magia e verá como sua vida ficará cada vez melhor.

Sempre no fluxo da Luz e do Amor!

Sonia Maria Milano
Fonte: Stum
imagens google

Ame cada vez mais porque...



segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Você se sente frágil e cansado, quando...


"Você se sente frágil e cansado, quando você se conecta com as limitações do mundo, quando você se envolve com problemas e você foi educado para pensar que TEM que ser assim para alcançar soluções. Mas o que você obtêm e desgaste e desânimo. A verdade que se você se conecta com a sua essência, suas capacidades naturais, quando você se distancia de tudo e em silêncio meditativo procura apenas sentir a PAZ que vem de dentro, você acessa uma parte criativa que apresenta saídas não pensadas anteriormente. Tudo no Universo esta dentro de você. Pergunte tudo para você mesmo. As respostas que você procura, descansam silenciosamente no seu interior na espera pelo seu chamado..."

Rosalia Schwark
Imagem: Shinichiro Saka

Sobre o elo...



Você sabia que o elo que existe entre pais e filhos é uma das ligações mais fortes da natureza? Não se surpreenda de já amar o bebê antes mesmo de ele nascer!

Os hormônios que circulam no corpo de uma mulher grávida (e que ficam mais potentes a cada semana de gestação) auxiliam a trazer à tona a "mãe" que está dentro de você e ajudam a alimentar a conexão com o bebê.
Esse hormônio se chama oxitocina e também é conhecido como hormônio do amor.Nas mulheres grávidas, a principal função do hormônio é amenizar a sensação de estresse, ao mesmo tempo em que cria aquela vontade enorme de ver o recém-nascido.
Resumindo: quando a oxitocina circula pelo corpo de uma gestante é como se o amor estivesse correndo por suas veias.
Quanto ao bebê, ele também já começa a formar elos com a mãe ainda dentro do útero. Pesquisas indicam que o coração dele bate ligeiramente mais rápido ao som da voz da mãe, voz que vai animá-lo e confortá-lo por anos a fio.

A questão é que o amor por uma criança não é intelectual ou cultural -- ele é sim um componente básico da formação de todos os seres humanos. E isso independentemente de se ser mãe ou pai, ou pais biológicos ou adotivos, já que somos programados para formar laços fortes com os filhos e eles conosco.

Fonte: baby center brasil
Imagem daqui


Com oxitocina saindo pelos poros...
desejo a todos um bom dia e um semana maravilhosa! :)

domingo, 16 de dezembro de 2012

Nossa reação...



"Creio que o fato de sofrermos ou não depende em grande parte de como reagimos a uma determinada situação. Por exemplo, digamos que tenhamos descoberto que alguém está falando mal de nós pelas nossas costas. Se reagirmos a essa informação de que alguém está falando mal de nós, a esse fato negativo, com uma sensação de mágoa ou raiva, somos nós mesmos que estamos destruindo nossa paz de espírito. Nossa dor é nossa própria criação pessoal. Por outro lado, se nos contivermos para não reagir de modo negativo, se deixarmos que a calúnia se dissipe como um vento silencioso que passa por trás da nossa cabeça, estaremos nos protegendo daquela sensação de mágoa, daquela sensação de agonia. Logo, embora nem sempre sejamos capazes de evitar situações difíceis, podemos modificar a intensidade do nosso sofrimento pela escolha de como reagiremos à situação.
Também costumamos aumentar nossa dor e sofrimento sendo excessivamente sensíveis, reagindo com exagero a fatos insignificantes e às vezes levando as coisas para um lado muito pessoal..."

Trecho do livro A Arte da Felicidade
de Dalai Lama

Imagem daqui


sábado, 15 de dezembro de 2012

Não permaneça preso ao passado...


"Não permaneça preso ao passado nem a recordações tristes.
Não remexa uma ferida que está cicatrizada.
Não revolva dores e sofrimentos antigos.
O que passou, passou!
Deste momento em diante, procure construir uma vida nova,
na direção do alto, caminhando para a frente, sem olhar para trás.
Faça como o sol que se ergue a cada novo dia, sem lembrar-se da noite que passou." 

Carlos Torres Pastorino
Imagem: shinichiro saka

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Saiba o que é Depressão...


Depressão significa que de alguma maneira a raiva está em você num estado negativo: a depressão é um estado negativo da raiva. A própria palavra é significativa — ela diz que algo está sendo pressionado; esse é o significado de deprimido. Você está pressionando alguma coisa dentro e quando a raiva é pressionada demais ela se transforma em tristeza. Tristeza é uma maneira negativa de estar bravo, uma maneira feminina de ficar bravo.

Se você remove a pressão sobre ela, ela se transforma em raiva. Você devia estar zangada sobre certas coisas da sua infância, mas você não as expressou, daí a depressão. Tente entender isso! E o problema é que a depressão não pode ser solucionada, devido a que ela não é o problema real. O verdadeiro problema é a raiva; e você continua condenando a depressão, dessa forma você está lutando com sombras.

Primeiro olhe o porquê você está deprimido... Olhe bem nisso e você encontrará a raiva. Muita raiva está em você... Talvez com relação a sua mãe, com relação a seu pai, com relação ao mundo, com relação a si própria, esse não é o ponto. Você está com muita raiva por dentro e desde sua infância você tem tentado ser sorridente, não ser zangada. Isso não é bom. Você foi ensinada e você aprendeu bem.

Portanto na superfície você parece feliz, na superfície você continua sorrindo e todos esses sorrisos são falsos. Bem fundo você está retendo muita raiva. Agora, você não pode expressá-la então você está sentada sobre ela; isso é o que a depressão é; assim você se sente deprimida.

Deixe isso fluir, deixe que a raiva venha. Uma vez que surge a raiva sua depressão irá embora.

Osho, em "This Is It!"
Imagem daqui

Leia Também: Está com raiva? Bata no trevesseiro!

Belezas da vida...


"Por pequenas coisas nós nos tornamos negativos e vamos perdendo a grande graça divina da vida. Assim, tente ver isso: Há problemas, mas eles não são nada, comparados à beleza que a vida põe à disposição."  

Osho
Imagem daqui

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Apego e desapego...


Os apegos são os anexos. Quanto mais anexos em um e-mail, mais peso.
Os anexos surgem com a palavra meu. Tornar-se desapegado é considerar que nada disso me pertence. Acabar com a consciência de meu é acabar com todas as escravidões
Considere-se apenas um tutor de tudo que lhe é dado em confiança. 
Para ficar livre de situações indesejáveis e pensamentos negativos preciso desenvolver desapego. Desapego não é indiferença, apatia ou falta de energia. Desapego é um estado que vem da força e da paz interior. Posso ser amoroso, feliz, cooperativo e ainda ter desapego. O verdadeiro desapego interior é a habilidade de pensar com clareza e estar imune ao que as pessoas pensam e falam sobre mim. Desapego me capacita a ter mais controle sobre o humor e o estado da minha mente. Também me ajuda a ser mais eficiente no trabalho e diante das situações difíceis ou emergenciais. Para ser desapegado preciso conhecer meus pensamentos e seus resultados. Desapego co-existe com autocontrole, autodisciplina, e uma mente focada. Desapego traz tal tranqüilidade que circunstâncias externas não conseguem mais me perturbar. 
Nem tudo acontece conforme o planejado. Planos às vezes não funcionam. Pessoas não agem como o esperado. Tudo isso pode afetar meu espírito e enfraquecer minha motivação e fé. Mas um estado emocional e mental desapegado me previne disso. A pessoa que tem desapego não fica afetada diante dos obstáculos. Ela continuará tentando a superação sempre. Amar sem possuir, envolver-se sem depender. O desapego abandona os rótulos* e respeita a sinfonia das personalidades ao redor. Elas revelam as riquezas da vida, desimpedidas dos nossos próprios desejos. Desapego é como o sol que ilumina mas não domina as qualidades de cada um. À distância ele tenta libertar os conflitos da diversidade, mas permanece livre do efeito do resultado. 

Brahma Kumaris
Imagem daqui

Abandonar os rótulos* , acredito que é deixar de lado aquela ideia de MEU: meu pai, minha mãe,meu filho, meu marido, minha esposa, meu cão...meu...
Nada é nosso! Nada nos pertence!
E ter essa consciência nos ajuda a encarar a vida de outra forma...
Não estou dizendo que é fácil, mas é possível.

Beijos desapegados...

Se fosse possível resumir todos os ensinamentos...


"Se fosse possível resumir todos os ensinamentos espirituais numa única frase, esta chegaria bem perto: Faça com que seu estado mental seja tão importante quanto o que você estiver fazendo."

do livro "Não leve a vida tão a sério"
Imagem: Datha Y. Thompson

Pequenos Prazeres



Pequeno prazer de hoje: Perfume de Flor de Cerejeira

Amo, depois de tomar um banho, borrifar o perfume de Flor de Cerejeira da L'Occitane.
É um perfume suave, delicado e deixa com uma sensação de "gente limpinha" o dia inteiro.
E cá pra nós... gente limpinha é tão bom! hã? :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...