Pesquisar este blog

Tradutor

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Impermanência...



Um dos princípios do ensinamento budista, e pilar de toda a sua filosofia, a IMPERMANÊNCIA é uma das lições mais caras e difíceis de aprendermos, e que deveríamos praticar todos os dias, talvez como no filme de Bertolucci, "O pequeno Buda", onde os monges constroem delicadas mandalas com areia colorida, e logo após a conclusão do belo trabalho, destroem tudo com as mãos, demonstrando na prática que nada é permanente. 

No lado Ocidental, vemos Jesus caminhando sem nenhum bem, sem nenhuma posse, ao ponto de lembrar que o filho de Deus não tinha sequer uma pedra onde deitar a cabeça na hora de dormir, em desapego total. 

Quase todo o sofrimento humano decorre do apego que mantemos pelas pessoas, objetos ou fatos que marcam a nossa vida. Sabemos que tudo tem um fim, mas vivemos como se tudo fosse durar pela eternidade, por isso ainda nos espantamos com a morte, nos deprimimos com frustrações, sofremos com as traições, quase morremos com os rompimentos de relacionamento. 

Não é fácil aceitar a IMPERMANÊNCIA, nem desapegar-se de coisas tão queridas, mas como disse o mestre Dogen: "Ensinamento que não parece forçar alguma coisa em você, não é verdadeiro ensinamento".

Pratique diariamente a IMPERMANÊNCIA, refletindo nas mudanças que já ocorreram com você e concentre-se na felicidade que é simples, mais simples do que imaginamos.

Veja se você não está colocando seus sonhos em prateleiras altas, em tempos e lugares distantes demais. A felicidade costuma estar sempre perto de nós, nos lugares mais simples, ao alcance das mãos.

Por isso, ainda hoje escutamos pessoas arrependidas dizerem: "Eu era feliz e não sabia". 
Você é feliz por estar aqui e deveria saber disso, sempre!
Eu acredito em você. 


Paulo Roberto Gaefke
Imagens google



Lembre-se: 
Você só tem você e só terá VOCÊ pela eternidade!
Nada...NADA mais lhe pertence!
Vamos aceitar isso com amor...


16 comentários :

  1. Oi Sheila, linkei este post no Facebook. Tive que compartilhá-lo pela beleza de sua lição de vida, me emocionei...parabéns e já estou te seguindo. Bjk e seja feliz sempre :)

    ResponderExcluir
  2. Sou apaixonada pelos textos do gaefke, e tenho aprendido muito com ele!! Tem presente pta ti lá no blog http://meurecantodepaz.blogspot.com.br/2012/10/premio-dardos.html.

    Beijinhos!!♥

    ResponderExcluir
  3. Olá ! lindo texto,gostei muito!Bjs

    ResponderExcluir
  4. Nasa mais verdadeiro, nada nos pertence sómente nós nos pertencemos, o resto é impermanente!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Sheila
    A Bíblia ensina que Deus é a única permanência em todo o Universo, pois tudo passa, menos Ele.
    Mas, por sermos humanos somos imperfeitos e talvez nunca consigamos compreender plenamente o sentido da impermanência, pois precisamos de referências para viver e quando as perdemos, ficamos muitas vezes "sem chão". Podemos até conseguir nos desapegar de algumas coisas, mas nossa natureza não permite o desapego total e se isso fosse possível, imagino que seríamos tão frios feito um iceberg.
    Beijos e uma ótima quinta-feira para vc.
    Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amar e ser amoroso sem apego, sem querer reter, sem querer pra si, sabendo que tudo passa...não é frieza...é sabedoria. Pois as coisas continuarão sendo impermanentes, independe do nosso sofrimento, da nossa dor e da nossa não aceitação disso.
      Lição difícil eu sei...mas necessária.
      Isso não significa que não vamos mais sofrer...Claro que sim! Dói perder algo que amamos! Mas com esse entendimento conseguiremos levantar mais rápido das inevitáveis quedas.
      Beijos e uma ótima quinta-feira pra você também.

      Excluir
  6. perfeito texto nos inquieta a pensar na vida que estamos dando ao nosso corpo
    forte abraço
    elisa

    ResponderExcluir
  7. Que possamos ter apegos e mesmo assim nos sentirmos livresss.
    Tenha um lindo dia.Bjs

    ResponderExcluir
  8. Suas palavras alimenta a minha alma...
    Adoro te visitar todas as manhãs!!
    Venha me visitar, Adorarei compartilhar com você as coisas do meu cantinho.
    beijos e abraços,MELISSA E ALECRIM.

    ResponderExcluir
  9. O amor verdadeiro é desapegado...sabemos que o outro não é nosso...protegemos nossa emoção e somos livres.
    Realmente nos dias de hoje, onde a maioria é escrava em sociedades livres, entender a impermanência é raro...mas necessário!

    ResponderExcluir
  10. amiga tentei copiar suas lindas ilustrações para meus escrepe e não consegui

    ResponderExcluir
  11. Sheilinha,
    Que lição a das mandalas.Simples, mas direta!
    Um beijo querida em você e no bebezinho! =]

    ResponderExcluir
  12. Amei a Postagem Sheila!

    Beijo e um Lindo Final de Semana!
    Andrea

    ResponderExcluir
  13. Fantástico e para se treinar e praticar :)

    ResponderExcluir
  14. Fantástico este tema abordado pelo Gaefke e todos nós temos que estar atentos a isso, pois a nossa tendência é justamente se apegar, não quer se afastar daquilo que amamos.
    um abraço, carioca


    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...