Pesquisar este blog

Tradutor

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Afirmações para aceitar a morte de um ente querido


  • A morte é a porta de abertura para uma nova vida.
  • Estou em paz com o processo de sofrimento.
  • Estou em paz com o falecimento da pessoa que eu amava.
  • Permito a mim mesmo o tempo que preciso para resolver meu sofrimento.
  • Nosso espírito jamais pode ser retirado de nós, pois faz parte do que é eterno.
  • A morte é uma parte natural da vida. Todos morrem no interior da seqüência perfeita espaço-tempo.
  • Sei que não importa onde eu esteja, estou seguro, amado e totalmente apoiado pela vida.
  • Nosso espírito, nossa alma, sempre está a salvo, seguro e sempre vivo.
  • Deixo a luz do meu amor brilhar de forma que me conforte e aos outros.
  • Não existe morte, apenas uma mudança de forma.

Muita tristeza vem a tona com a morte de um ente querido. É importante deixar que você sita a tristeza. A natureza lhe deu sentimentos para passar por determinadas experiências, e negá-la só causa mais dor. Lembre-se, a morte não é o fracasso. Todos morrem... faz parte do processo da vida.

Lidamos com a dor da perda de forma diferente. Não existem regras, portanto, não faça nenhuma para você. Se você fingir que não sente, será preciso arranjar uma saída para seus sentimentos.  
Embora o luto demore algum tempo, às vezes você sente como se estivesse num poço sem fundo. Seja paciente e bondoso consigo mesmo. Não se culpe por não ter estado com a pessoa ou por não ter feito o suficiente enquanto ela estava viva. Isso vai adicionar culpa a sua dor. Se seus entes queridos fossem capazes, diriam para que não se preocupasse porque tudo está bem.

Algumas vezes a morte de um ente querido traz à tona seu próprio medo da morte. Precisamos compreender e trabalhar nossos próprios sentimentos em relação a isso. Medite, estude, leia e aprenda para criar em você mesmo crenças positivas em relação a morte. Só conseguimos viver de verdade, depois de estar em paz com a morte.

Louise L. Hay

-------------------------------

Uma vez eu ouvi o Gasparetto falar da morte de uma maneira que nunca vou esquecer.
Ele disse para tirar os rótulos! Sim isso mesmo! Tire o rótulo de mãe, de pai, de irmão, de filho...e olhe para a pessoa que partiu apenas como um  “Ser” que veio para este mundo, vivenciou as experiências que precisava e partiu.
 Chamamos nossos entes queridos de “meu”...meu pai, minha mãe, meu filho...
Mas essas pessoas não são nossas...elas pertencem ao Universo... e estão neste mundo apenas compartilhando uma jornada, um momento, um breve instante conosco diante da grandiosidade da existência.

Essa maneira de encarar a vida e a morte trouxe paz para o meu coração. Espero que traga também ao seu...

Beijos de luz

Leia mais em: Gaveta das Afirmações

15 comentários :

  1. oi Sheila,

    adorei a postagem,
    muita coisa verdadeira que cala fundo...
    só quem perdeu um ente querido sabe a dor como dói...
    adoro os livros da Louise,
    sempre me ensinam muito...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia Flor do Dia,
    tenho estudado uma vez por semana.
    Faço curso, mais por mais que sabemos de tudo isso é dificil.

    Beijos
    Andrea

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu blog....
    jÁ sou sua seguidora...
    Dê uma passadinha no meu e seja minha seguidora tmb
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Por mais que tenhamos a certeza da continuação da vida, e do reecontro futuro, na hora da perda, a dor fala mais alto...mas é preciso deixar o ente partir em paz, aceitar a vontade do Pai! Boas dicas aqui, Sheila!! Fico pensando, em como deve ser difícil enfrentar este momento, pessoas que ainda não acreditam na vida espiritual...é inacreditável, mas existem!! Oremos por elas...

    Beijos!!♥

    ResponderExcluir
  5. Oi Sheila,
    Ótimo post, muito bem trabalhado e de uma delicadeza imensa.
    Uma das coisas que ainda preciso aprender é aceitar a morte. Infelizmente, apesar de saber que é parte natural da vida e que vem para todos, não consigo trabalhar bem com a dor da perda.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Mais do que ser ternura
    É cativar corações e mentes.
    Mais do que ser luz,
    É colorir o universo de cores mil.
    Mais do que ser ponte
    É caminho seguro a seguir.
    Acima do bem e do mal
    Do que já houve
    Do que há
    E do que houver.
    É fonte de esperança
    É bênção insuperável
    Entre os seres, inigualável,
    De beleza extasiante
    Dando-se por inteiro
    Sem dia, hora, lugar
    É bela, é forte
    É fonte de amor
    É mulher.
    É mãe!
    Um feliz e abençoado Dia das mães.
    Tem um presente para você na postagem
    ofereço com muito carinho.
    Deus abençoe todas as mães do Mundo.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Quando perdemos alguém importante, é certo que a saudade e as lembranças nos acompanharam por todos os dias de nossas vidas, mas a melhor maneira de aceitar a perda, é a certeza de que existe um Deus, que é maravilhoso e estará esperando por nós em nossa eternidade.. Por isso devemos viver uma vida plena e reta nos caminhos estreitos do Senhor, para que quando passarmos por esses momentos, termos a certeza de que essa pessoa ou até mesmo nós, estaremos em um lugar lindo, sem dor, sem tristeza, cheio de alegria e na presença de nosso Salvador..

    Fique na paz de Deus, e parabéns pelo blog...

    Visite e siga tmbém meu blog..

    gabrielabspires.blogspot.com

    Gabriela Pires/Minha Nova Vida

    ResponderExcluir
  8. que texto lindo sobre a morte, aceitar a morte é dificil mas se estivermos em páz na vida com todos aceitamos a morte de um ente querido ou de qualquer pessoa que amemos com mais resignaçao sabendo que guardaremos dentro de nós a lembrança de alguem muito querido e de bons momentos que vivemos, agora Deus o livre perder alguem que a gente nao estava bem em vida! deve ser um terror conviver com a amargura e o remorso.

    Por isso devemos procurar viver e amar todos sem acepção com amor e carinho, se quisermos sempre viver em paz,

    um bju querida.boa tarde pra vc.

    ResponderExcluir
  9. Gostei da duas colocações, principalmente a do Gasparetto que tem sempre uma boa mensagem para todos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Minha querida Sheila,

    Hoje mais do que nunca,pisarei neste chão devagarinho,o assunto é delicado e exige muita ternura no coração para abordá-lo...quando se acredita em uma outra vida,após passarmos pelo período da dor profunda,nos conscientizamos da necessidade de deixar o nosso ente querido seguir em paz.Foi assim comigo em todas as minhas perdas,a saudade não acaba,mas a dor machuca menos.

    Muito bons os textos que tem partilhado conosco,querida.Obrigada.
    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei muito do post de hoje.Eu sofri muito com duas perdas na minha vida de entes queridos.Ás vezes acabamos por ser egoístas quando o assunto é morte.Ficamos preocupados com nossa dor e esquecemos dos bons momentos que tivemos com as pessoas queridas.Somos viajantes e estamos de passagem nessa vida.A dor é inevitável,mas devemos aprender a conviver com isso e continuar a caminhada.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga,
    Mãe,
    Teus braços sempre se abrem quando teu filho precisa de um abraço.
    Teu coração sabe compreender quando teu filho precisa uma amiga.
    Teus olhos sensíveis se endurecem quando eles precisam uma lição.
    Tua força e teu amor os guiaram pela vida e lhe deram as asas para
    que eles pudessem voar.
    Feliz Dias das Mães. Beijocas

    ResponderExcluir
  13. Oi Sheila, adorei conhecer seu cantinho e voltarei mais vezes. Beijos de luz em seu coração

    ResponderExcluir
  14. perdi minha vó a 17 anos e nunca aceitei amorte dela ela mim fas muita falta sofro muito com auzencia dela. obg.

    ResponderExcluir
  15. Obrigada, é muito dificil aceitar a morte mesmo sabendo que é a unica certeza que temos. Mas valeu isso ajuda muito.

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...