Pesquisar este blog

Tradutor

domingo, 6 de novembro de 2011

Realmente Amor...

"...O casamento em si nunca destrói nada. Casamento simplesmente traz para fora tudo o que está escondido em você. Se o amor está escondido atrás de você, dentro de você, o casamento traz para fora. Se o amor era apenas uma pretensão, apenas uma isca, mais cedo ou mais tarde, tem que desaparecer. E depois, a sua realidade, sua personalidade feia vem à tona. O casamento é simplesmente uma oportunidade, então, o que quer que você tinha para revelar, virá.

Não estou dizendo que o amor é destruído pelo casamento. O amor é destruído por pessoas que não sabem amar. O amor é destruído porque o amor não está em primeiro lugar. Você tem vivido em um sonho. A realidade destrói esse sonho.
Caso contrário, o amor é algo eterno, parte da eternidade. Se você crescer, se você conhecer a arte, e você aceitar as realidades da vida amorosa, então, ele vai crescendo a cada dia. Casamento se torna uma tremenda oportunidade para crescer em amor.

Nada pode destruir o amor. Se ele estiver lá, ele vai crescendo. Mas o meu sentimento é, ele não está lá em primeiro lugar. Você entendeu mal a si mesmo, algo mais estava lá. Talvez o sexo estava lá, o sex appeal estava lá. Em seguida, ele vai ser destruído, porque uma vez que você amou uma mulher, então, a atração sexual desaparece, porque o apelo sexual é apenas com o desconhecido.
Depois de ter provado o corpo da mulher ou do homem, então a atração sexual desaparece. Se o seu amor era apenas atração sexual, então é fadado a desaparecer. Por isso, nunca entenda o amor como outra coisa. Se o amor é realmente amor...

O que quero dizer quando digo "realmente amor"? Quero dizer que apenas estar na presença do outro, de repente você se sente feliz, basta estarem juntos, você se sente em êxtase, apenas a presença do outro preenche algo no fundo do seu coração... algo começa a cantar em seu coração, você entra em harmonia. Apenas a presença do outro ajuda-os a estarem juntos; você se torna mais individual, mais centrado, mais enraizado.
Então, é amor.

O amor não é uma paixão, o amor não é uma emoção. O amor é uma compreensão muito profunda de que alguém, de alguma forma, completa você. Alguém faz um círculo completo. A presença do outro aumenta a sua presença. O amor dá liberdade para ser você mesmo, não é possessividade.

Portanto, preste atenção. Nunca pense no sexo como amor, senão você vai ser enganado. Esteja alerta, e quando você começa a sentir que apenas a presença de alguém, a pura presença -nada mais, nada mais é necessário, você não pede nada- apenas a presença, apenas o que outro é, é o suficiente para fazê-lo feliz... algo começa a florescer dentro de você, mil e uma flores de lótus... então, você está no amor e, então, você pode passar por todas as dificuldades que a realidade cria.
Muitas angústias, ansiedades -você será capaz de passar todas elas-, e seu amor florescerá mais e mais, porque todas essas situações vão se tornar desafios. E seu amor, por superá-los, vai se tornar mais e mais forte.

O amor é eternidade. Se ele estiver aí, então, ele vai crescendo e crescendo...
O amor conhece o começo, mas não conhece o final".

Osho, A Disciplina da Transcendência.



3 comentários :

  1. ... maravilhoso ... !!!
    ... bjus e tenha uma boa semana ...

    ResponderExcluir
  2. Esse texto de Osho me lembrou o filme "Lua de Fel"
    de Roman Polanski, já assistiu? F A B U L O S O!

    É um filme depressivo, angustiante, mas com uma mensagem fantástica sobre a relação de casais pautadas apenas na atração sexual. Se puder, assista e depois me conte. Todos deveriam assistir pra poderem refletir sobre o que realmente é o amor, a união de duas pessoas.

    Beijos
    Liz

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...