Pesquisar este blog

Tradutor

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Pare de sabotar você mesma!

Na coluna anterior expliquei que as nossas crenças são responsáveis pelo nosso destino. Ou seja, a sua realidade é criada por você mesma. No entanto, é preciso entender a fundo esse poder de fazer as coisas acontecerem nas nossas vidas. Por exemplo: aquela senhora que põe a casa para vender, pois precisa de dinheiro, e depois de dois anos ainda não conseguiu vendê-la. Já a sua vizinha colocou a dela para vender há três meses e acaba de fazer um bom negócio. Por que essa diferença?

Na verdade, ocorre que essa senhora tem uma resistência. O imóvel que ela quer vender foi a casa em que foi criada. É o lugar onde viveu a sua infância, onde cresceu e foi feliz ao lado dos pais e irmãos. Por mais que contate corretores, anuncie em jornais e se esforce para realizar a venda, existe uma energia que compromete a sua intenção, pois emocionalmente ela está apegada à casa. Se, por um lado, nossas forças promovem um grande sucesso, existem outras forças que seguram esse sucesso, por mais que não tenhamos essa consciência. A gente chama isso de resistência.

Pois bem, eu vou dar o método, e você vai tentar identificar a sua resistência. Pense numa meta que gostaria de alcançar em breve. Desde uma cura até emagrecer, por exemplo. Agora se imagine e se sinta na situação que tanto almeja. Repare: surge alguma voz na sua cabeça negando essa situação? Se ela realmente aparece, essa voz é o que está gravado no seu subconsciente, o suficiente para segurá-la. É uma antiga crença que está lá estocada. Trata-se da sua resistência.

É engraçado também perceber que a questão do mérito está associada à nossa estima. É a crença: "Se eu sou pouco, eu mereço pouco e só posso ter pouco". Isso segura tudo. Você está onde se põe na vida. Não foi Deus, não foi o destino, não foi a sociedade. Foi você! E não adianta rezar. É um grande erro achar que as forças espirituais trabalham para a gente. Elas trabalham por meio da gente. Isso significa que nós somos uma pedra importante para que essas forças tenham condições de ajudar a realizar nossos desejos. Não é só porque pediu, porque tem fé... "Eu cansei de ter fé e não ser atendido." Não foi atendido porque tinha resistência e não dava condições para que as coisas se concretizassem.

Bem, e como vencer essas resistências? Se bancando! Ficando do seu lado para o que der e vier. Sempre! Essas vozes são justamente você contra você. Por isso é que elas seguram suas coisas. Se estiver a seu favor pra valer, nada nesse mundo irá contra você mesma. Se surgir alguma situação ruim, faça o seu melhor por você. Não é seu marido, filho, chefe ou amigo quem tem de ficar do seu lado. É você mesma! Sem você, acabou! Se não está do próprio lado, você teme. E o temor se transforma em resistência, que impede sua realização, seu progresso.

O que quer que aconteça na sua vida, se errou, não há problema. Valeu a tentativa. Deu errado, tudo se dá um jeito. Você é mais importante que tudo e que todos. Seja sua amiga. Confie, seja tolerante consigo mesma. Essa é a única maneira de quebrar essas resistências. Você merece. Você é ótima. Faça essa experiência durante esta semana: conte com você, faça por você!

Agora, vou mais longe: geralmente essas vozes estão relacionadas com defesas. Quando algo é visto como ruim, ou seja, perigoso para você, essa crença aciona o seu mecanismo de defesa e não deixa acontecer.

Texto de Luiz Gasparetto
Fonte: Revista Ana Maria

Adorei!Precisava ler isso hoje! ^^

9 comentários :

  1. Nossa...esse post de hoje acertou em cheio o que eu precisava ouvir...quer dizer...ler.
    Incrível...um grande abraço e valeu muito!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito das suas postagens porque elas se identificam com o meu modo de pensar. Essa lei da atração rege o Universo como um todo, e isso, obviamente, nos inclui. Estamos mergulhados numa “sopa” mental, sujeitos à interferência da frequência alheia e é por isso que, à vezes, alimentamos resistências tolas, que nos fazem perder tempo. Parabéns pela postagem, minha amiga do bem.

    ResponderExcluir
  3. Então florzinha... nós somos o que pensamos, e eu definitivamente não aceito isso. Estou terminando de ler "O poder do subconsciente, de Joseph Murphy", livro maravilhoso, cheio de verdade, pra sacudir a gente mesmo. No entanto, utilizo a técnica da imaginação, da roda da fortuna do Gasparetto, coloquei até a foto de um caminhão de mudanças na minha mesa! Fiz o curso intenso da Homeostase Quântica, onde está o erro?... a resistência... eu não acho. Já procurei, desativei tudo o que pudesse me recordar desde minha infância, onde está o erro?... Começo a desanimar...
    Tudo o que mais almejo na vida é sair desse lugar, ter sossego e alegria de viver. De verdade.
    Boa semana querida! Beijo! Vy

    ResponderExcluir
  4. Perfeitas estas palavras do Gasparetto e é impressionante como nos sabotamos muito mais do que supomos...é preciso estar atentos sempre , não é mesmo querida?
    Beijos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  5. Identifiquei-me muito com a postagem veio a calhar... Tava precisando também...

    Beijo beijo, amor sempre!

    ResponderExcluir
  6. Vy! Minha flor! Eu nem sei mais o que te dizer! Acredito que tudo tem a sua hora, e a sua vai chegar! confie!! Vc sabe que estou torcendo por vc! bjs!

    E obrigada a todos pelos comentários!
    bjs no coração de todos vcs!

    ResponderExcluir
  7. Oi Sheila! adorei o post e sempre relembrando...como erramos e nos abandonamos, não é mesmo? mas vamos nos aceitando do jeito que somos e quem sabe chegamos lá! bjs minha querida!

    ResponderExcluir
  8. Acredito que somos o que pensamos! Nosso pensamento é poderoso para nós e para o universo!
    Girassóis nos seus dias! Beijos

    ResponderExcluir
  9. A nossa própria sabotagem começa no nosso subconsciente...está tudo lá...bem escondidinho...

    beijocas

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...