Pesquisar este blog

Tradutor

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Estar em paz com o processo da morte...



Estou em paz com o processo da morte e da lamentação.
Dou a mim mesma tempo e espaço para passar por este processo natural e normal da vida.
Sou amável comigo mesma.
Permito-me trabalhar através da dor.
Estou consciente de nunca poder perder alguém e de que nunca estou perdida.
Num piscar de olhos estarei em contato com aquela alma outra vez.
Todos morrem...
Árvores, animais, pássaros, rios e até mesmo as estrelas nascem e morrem.
Eu também.
E tudo na seqüência perfeita de tempo-espaço.

Louise Hay

3 comentários :

  1. Todos temos nosso papel por aqui e um dia o teatro acaba, para nova peça ser apresentada. Não devemos nos preocupar com isso, apenas trabalhar para que nossa apresentação seja a que mais arranque aplausos da plateia. Adorei o Passarinhos do Telhado e voltarei sempre para uma visitinha.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso! encaro a morte com muita naturalidade. O envelhecer antes também. Somos intrínsicamente ligados ´à natureza, e como ela, seguimos nossos ciclos, nascer, viver, envelhecer, morrer...renascer!

    beijos, querida!
    Liz

    ResponderExcluir
  3. É simples e ao mesmo tempo tão complicado.

    Mto necessária a aceitação, compreensão, preparação...

    Bom tema, bom post, como sempre.

    Bjo gd

    ResponderExcluir

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...